PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Bancário pode ser condenado após desviar R$ 3,9 mi de clientes para apostar

Caso aconteceu em Portugal e rendeu a acusado mais de R$ 1,3 milhão em seis meses - Getty Images
Caso aconteceu em Portugal e rendeu a acusado mais de R$ 1,3 milhão em seis meses Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

07/12/2020 14h06

Um bancário de 32 anos será julgado nesta semana, em um tribunal na cidade do Porto (Portugal), após ser acusado de desviar fundos de contas de clientes para jogar.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, em apenas seis meses, o funcionário movimentou 639 mil euros (pouco mais de R$ 3,9 milhões), fingindo ser o titular das contas.

Os valores foram parar em sites de apostas esportivas, nos quais ele criava perfis falsos utilizando os dados dos titulares das contas bancárias.

Ao longo do período, o bancário lucrou 212 mil euros (pouco mais de R$ 1,3 milhão) com os valores apostados.

Ainda segundo a publicação, o homem foi denunciado por 32 crimes — a maioria deles relacionados a acesso ilegítimo a dados. Além disso, há três acusações de falsificação de documentos.

Internacional