PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
12 meses

Influenciador é investigado após dar 'picolé de sabão' a moradores de rua

Prints foram feitos após site La Nacion salvar vídeo excluído do Youtube de influenciador - Reprodução/Youtube
Prints foram feitos após site La Nacion salvar vídeo excluído do Youtube de influenciador Imagem: Reprodução/Youtube

Colaboração pra o UOL, em São Paulo

07/12/2020 17h21

Um influenciador digital está sendo investigado pela Polícia Metropolitana de Cartagena após dar 'picolé de sabão' a moradores de rua da cidade colombiana. O 'trote' faz parte do repertório de brincadeiras que o homem coleciona como humorista, que já resultaram em prisão duas vezes.

Milton Andrés Domínguez, identificado nas redes sociais como Jay Tomy, achou que seria interessante gravar um vídeo oferecendo sabão às pessoas na rua, com a pegadinha do 'picolé de sabão', mas agora terá que se explicar à Justiça colombiana pela brincadeira.

Domíngez e outros indivíduos, entre eles uma mulher, compraram alguns sabões do mercado, perfuraram a extremidade de cada um deles, colocaram um palito de madeira, cobriram com chocolate e entregaram a algumas pessoas na rua - inclusive alguns moradores que nela residem - que, à primeira vista ficaram agradecidos, mas depois passaram mal.

Algumas vítimas começaram a tossir e passar mal, visto que a ingestão do produto pode causar diarreia, vômito, náusea e lesões no sistema digestivo. Após a repercussão negativa do ocorrido, o humorista pode pegar de 5 a 11 anos de prisão por "simular ou forjar alimentos", conforme declaração do general da polícia metropolitana à rádio Caracol.

O Ministério Público local abriu uma investigação para descobrir quem são os envolvidos no caso. Vale lembrar que Jay Tomy, que tem cerca de 70 mil seguidores, foi preso em outras duas ocasiões - ambas por gravar vídeo para o seu canal.

A primeira em 2014, em La Paz (Bolívia) por simular um assassinato em uma das avenidas mais movimentadas da cidade. A segunda em fevereiro desse ano, quando espirrou em pessoas na rua em meio às ameaças da pandemia de covid-19.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Domínguez se desculpou:

"Peço desculpas às pessoas envolvidas e à comunidade em geral. A partir de uma reflexão profunda, percebi que há uma linha estreita entre o que pode ser percebido como uma piada e o que pode ser percebido como uma ação que atenta contra as pessoas. Convido a comunidade de influenciadores a refletir e gerar espaços para debater esses limites e evitar a superação das barreiras que vão da diversão à brincadeira de mau gosto", diz a nota. Mais tarde, ele postou um vídeo onde canta uma música se desculpando, na qual diz que não teria problema se fosse preso.

Internacional