PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Melania Trump já planeja seu futuro longe da Casa Branca, diz TV

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-dama Melania em comício na Geórgia - Andrew Caballero-Reynolds/AFP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-dama Melania em comício na Geórgia Imagem: Andrew Caballero-Reynolds/AFP

Do UOL, em São Paulo

09/12/2020 22h52

Enquanto o presidente Donald Trump luta para continuar no poder e, consequentemente, na Casa Branca, a mulher dele, a primeira-dama Melania Trump, já tem feito planos de sua vida pós-Washington e só pensa em ir embora de vez, de acordo com pessoas ouvidas pela rede de TV americana CNN.

Segundo fontes, que preferiram não se identificar, Melania já estaria preparando a mudança da família: determinou o que o que vai para as instalações dos Trump em Nova York e o que deve ser etiquetado para envio a Mar-a-Lago em Palm Beach, na Flórida.

"Ela só quer ir para casa", disse uma pessoa familiarizada com o estado de espírito de Melania Trump.

Questionada pela emissora sobre como a primeira-dama reage ao ouvir rumores de que seu marido pode anunciar uma nova tentativa nas eleições de 2024, a fonte acrescentou: "Isso pode não acabar muito bem."

Os planos de Melania ocorrem em meio a (até aqui) frustradas tentativas do marido, Donald Trump, de anular os resultados da eleição presidencial do dia 3 de novembro, quando foi derrotado pelo candidato democrata Joe Biden.

Trump pediu à Suprema Corte dos Estados Unidos que bloqueie milhões de votos nos estados da Pensilvânia, Geórgia, Michigan e Wisconsin, todos vencidos por seu adversário. Um mês depois do pleito, Trump até agora não reconheceu a vitória de Biden.

Enquanto isso, Melania já planeja o seu futuro bem longe do poder e da Casa Branca. Fontes próximas à primeira-dama disseram à CNN que ela está considerando maneiras de construir a sua própria imagem assim que perder o título, como o lançamento de um livro sobre a história da hospitalidade na residência oficial do presidente da República dos Estados Unidos.

Além disso, Melania também sondou uma funcionária especial do governo, Marcia Lee Kelly, para saber se havia orçamento destinado às primeiras-damas que deixam o posto. A resposta foi curta e grossa: "Não".

Internacional