PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mulher de 46 anos é encontrada morta após ser atacada por leopardo na Índia

Imagem ilustrativa: Leopardo pula em uma árvore no zoológico de Guayllabamba, no Equador - Juan Diego Montenegro/Picture alliance via Getty Images
Imagem ilustrativa: Leopardo pula em uma árvore no zoológico de Guayllabamba, no Equador Imagem: Juan Diego Montenegro/Picture alliance via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/02/2021 09h31

Uma mulher de 46 anos foi encontrada morta após ser atacada por um leopardo na aldeia de Kapri, no estado de Uttarakhand, na Índia. Agora, as autoridades locais estão tentando conseguir uma permissão para capturar o animal responsável pela morte de Kalawati Devi, que ocorreu na sexta-feira (12).

Kalawati foi ao campo da aldeia para coletar forragem na noite de quinta-feira (11), mas não voltou para casa. Familiares começaram a procurar pela mulher em florestas próximas e encontraram o corpo mutilado a cerca de 1,5 km do campo agrícola.

Navin Pant, oficial da divisão florestal da cidade de Pithoragarh, disse que o leopardo arrastou a vítima para a área da floresta e comeu algumas partes do corpo de Kalawati. A cabeça da mulher foi achada separada do corpo.

"Entregamos o corpo da mulher para seus familiares após a autópsia na sexta-feira (12)", afirmou o homem. Ele acrescentou dizendo que "um valor de 20 mil rupias indianas (cerca de R$ 1,5 mil) foi entregue aos parentes da falecida ainda na sexta-feira. O restante do valor será dado após recebermos o relatório da autópsia".

O oficial explicou que as autoridades florestais estavam com uma gaiola na aldeia onde ocorreu o caso, mas ela só será instalada no local depois que obterem autorização oficial para a captura do animal.

De acordo com o site Hindustan Times, pelo menos seis pessoas morreram em ataques de leopardos na cidade de Pithoragarh desde setembro do ano passado.

Internacional