PUBLICIDADE
Topo

Internacional

De bolsa Chanel a McDonald's: cinco crianças que deram prejuízo aos pais

Crianças "arteiras" até demais dão prejuízos aos pais - Reprodução/ TikTok/ Arquivo pessoal
Crianças "arteiras" até demais dão prejuízos aos pais Imagem: Reprodução/ TikTok/ Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

08/05/2021 04h00Atualizada em 08/05/2021 08h51

Quem nunca deu um leve prejuízo aos pais quando era criança? Seja derrubando e quebrando algum móvel da própria casa ou de familiares, ou até danificando algo na escola, é bem provável que se você não foi essa criança "arteira" conhece alguma que seja.

Algumas destas aventuras infantis desastrosas acabam resultando em prejuízos surpreendentes.

De uma bolsa da Chanel rabiscada até um pedido de centenas de reais no McDonald's, veja a seguir cinco brincadeiras de criança que comprometeram a finança de pais e mães.

1. Dívida de R$ 80 mil no cartão por jogo no iPad

A compra de "anéis de ouro" em um jogo do Sonic para iPad acabou custando 16 mil dólares, cerca de R$ 80 mil reais na cotação atual, para os pais de um menino de 6 anos do estado de Connecticut, nos EUA.

Com renda reduzida em 80% devido a pandemia e sem dinheiro para pagar o financiamento da casa, Jéssica, a mãe do garoto, tentou contato com a Apple pedindo investigação sobre a origem das compras, que segundo ela não eram especificadas, mas a empresa não concedeu reembolso.

Família 80 mil reais prejuízo - Reprodução/Facebook/Jessica Johnsson - Reprodução/Facebook/Jessica Johnsson
Família do menino está mal financeiramente e não conseguirá pagar financiamento se a dívida com a Apple for executada
Imagem: Reprodução/Facebook/Jessica Johnsson

2. Prejuízo de R$ 47 mil com 12 TVs quebradas e casa inundada

O pequeno Jaxon-Carter, caçula de quatro irmãos britânicos, foi o autor de toda essa "arte". Desde o final de 2019 até março deste ano, o menino de 3 anos havia quebrado 12 televisões da casa da família, inundou o banheiro duas vezes e destruiu a decoração da sala de estar — toda em tons de branco — espalhando terra para todo lado.

Teria ele se inspirado no Taz, do desenho infantil Baby Looney Tunes? Bom, isso não sabemos, mas sua mãe, Shyama Underwood, disse que "as brincadeiras" já custaram em torno de 6 mil libras, cerca de R$ 47 mil.

Menino 12 TVs quebradas - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Mãe elegeu "arte" de Jaxon espalhando terra na sala de sua casa como a pior já feita pelo menino
Imagem: Reprodução/Facebook

3. Bolsa da Chanel de R$ 15 mil desenhada

Bolsa Chanel - Reprodução/TikTok - Reprodução/TikTok
Menina de 5 anos fez desenho de caneta em Chanel da mãe
Imagem: Reprodução/TikTok

No Reino Unido, uma menininha despejou sua criatividade em um desenho de uma mulher ao lado de duas estrelas. Mas o problema foi a "tela" utilizada para a pintura: uma bolsa da grife Chanel, tirada do closet de sua mãe, que custa 2 mil libras (cerca de R$ 15 mil).

Mas se no futuro a garota for uma grande artista, infelizmente esta primeira obra já não será contabilizada, pois a mulher restaurou a bolsa, apagando completamente a tinta do couro.

4. Picolés do Bob Esponja que custaram R$ 14 mil

Navegando pelo site da Amazon, um menino de quatro anos acabou comprando uma série de picolés do Bob Esponja, totalizando um valor de cerca de 3 mil dólares, mais de R$ 14 mil.

A mãe do garoto, Jennifer Bryant, é estudante de serviços sociais na Universidade de Nova York e não tinha como pagar o valor da compra, até que foi ajudada por uma amiga.

Menino picolés bob esponja - Reprodução/GoFundMe - Reprodução/GoFundMe
Noah, de 4 anos, comprou muitos picolés do personagem Bob Esponja
Imagem: Reprodução/GoFundMe

5. Pedido de R$ 400 no MCDonald's

E é um caso brasileiro que fecha a sequência! Em novembro do ano passado, o filho de três anos de uma publicitária fez um pedido no McDonald's pelo celular da mãe enquanto ela tomava banho. Mas o pequeno Tom foi extravagante em suas escolhas e fez uma compra de R$ 400 em lanches.

Raissa Wanderley de Andrade se assustou quando o porteiro anunciou a entrega. Na época, a publicitária disse ao UOL que se divertiu com a história e que considerou o gasto como uma "terapia de risadas".

Apesar do bom humor da mãe diante da situação, Tom ficou frustrado, já que nenhum dos lanches pedidos veio com o brinquedo que ele tanto queria.

Menino de 3 anos - Acervo pessoal - Acervo pessoal
Menino de 3 anos usa celular da mãe para fazer pedido de R$ 400 no McDonald's
Imagem: Acervo pessoal

Internacional