PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Homem é acusado de matar namorada e tentar vender carro com cadáver dentro

O suspeito, identificado como Robert Miquel Johnson, de 31 anos, foi acusado de matar a namorada mais de um mês após a morte dela - Metro Nashville Police Department
O suspeito, identificado como Robert Miquel Johnson, de 31 anos, foi acusado de matar a namorada mais de um mês após a morte dela Imagem: Metro Nashville Police Department

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/06/2021 15h25Atualizada em 17/06/2021 15h57

Um americano foi acusado de ter matado a namorada e tentado ocultar o crime vendendo um carro com o corpo dela no banco de trás.

Segundo a estação WKRN, o corpo de Pamela Paz, de 44 anos, foi encontrado morta no dia 2 de maio em um estacionamento na rua Pennington Bend Road, que fica sob um viaduto da rodovia Briley Parkway, na cidade de Nashville, no Tennessee.

Uma autópsia determinou que Paz morreu de traumatismo cervical e/ou estrangulamento. Ela foi vista pela última vez com vida alguns dias antes do crime, na casa de sua avó, na cidade de Smyrna, também no Tennessee.

A polícia de Nashville prendeu o suspeito de matá-la em 6 de maio, quatro dias depois de encontrar o corpo. Ele foi identificado como Robert Miquel Johnson, de 31 anos, que estava em um relacionamento com a vítima.

"Ele foi entrevistado e forneceu um álibi, que foi posteriormente provado ser falso", informou a polícia local em um comunicado.

Os detetives do caso localizaram uma testemunha que relatou que, um dia antes de o corpo de Paz ser descoberto, Johnson teria tentado vender seu veículo modelo Dodge Charger com a vítima morta no banco traseiro.

Segundo a Fox News, depois de a negociação falhar, o acusado teria abandonado o veículo no viaduto. Ele está atualmente preso no condado de Wilson por acusações não relacionadas ao incidente, mas deve ser transferido para Nashville, onde deverá responder pelo homicídio.

Internacional