PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Talibã nomeia ex-preso de Guantánamo como ministro da Defesa, diz TV

Combatentes do Taleban dentro do palácio presidencial do Afeganistão - Reprodução/Al Jazeera
Combatentes do Taleban dentro do palácio presidencial do Afeganistão Imagem: Reprodução/Al Jazeera

Colaboração para o UOL

24/08/2021 20h01

O Talibã, grupo fundamentalista islâmico que recentemente retomou o poder no Afeganistão, nomeou um ex-detento de Guantánamo como ministro interino da defesa. A informação é da rede de televisão do Catar, Al Jazeera.

O ex-prisioneiro seria Abdul Qayyum Zakir. Ele foi um dos detentos na prisão americana na Baía de Guantánamo, em Cuba.

O centro de detenção, que já teve cerca de 800 prisioneiros, mantém apenas 39 detidos da "guerra contra o terrorismo". A cadeia foi ativada no fim de 2001, quando os Estados Unidos rastrearam por todo o mundo membros e partidários da Al Qaeda, supostos cúmplices dos atentados de 11 de setembro daquele ano em Nova York e Washington.

Segundo o site britânico Daily Mail, o homem foi preso após a invasão dos EUA no Afeganistão e foi libertado da prisão em 2007, durante o governo de George W Bush. De acordo com as informações, Zakir teria sido solto após dizer às autoridades americanas que não tinha intenção de retornar ao campo de batalha. Depois, teria se tornado o mentor militar do Talibã.

Internacional