PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Sargento dos EUA postou foto com bebê afegão dias antes de morrer em Cabul

A sargento Nicole Gee (em pé) foi uma entre os 13 militares americanos mortos nas explosões próximas ao aeroporto de Cabul. Dias antes de morrer ela publicou em suas redes sociais uma foto segurando um bebê afegão no colo - Reprodução/Instagram
A sargento Nicole Gee (em pé) foi uma entre os 13 militares americanos mortos nas explosões próximas ao aeroporto de Cabul. Dias antes de morrer ela publicou em suas redes sociais uma foto segurando um bebê afegão no colo Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

29/08/2021 09h55Atualizada em 29/08/2021 10h42

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou ontem os nomes dos 13 militares mortos nas explosões próximas ao aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão, na última quinta-feira (26). Os ataques, reivindicados pelo grupo extremista EI-K (Estado Islâmico Khorasan), deixaram mais de cem mortos e 160 feridos no total.

Os 13 militares americanos mortos nas explosões eram todos jovens: o mais velho tinha 31 anos, enquanto cinco tinham apenas 20 anos —nasceram em 2001, mesmo ano em que os Estados Unidos iniciaram a ocupação no Afeganistão. Entre as vítimas, está a sargento Nicole Gee, 23.

Em 21 de agosto, dias antes de morrer nas explosões, Nicole publicou uma foto em seu Instagram segurando um bebê afegão no colo no aeroporto de Cabul.

"Eu amo meu trabalho", escreveu ela na legenda.

Segundo informações do canal CBS News, ela ingressou no Corpo de Fuzileiros Navais em 2017 e foi promovida a sargento três semanas antes dos ataques ao aeroporto. A sargento era casada com Jarod Gee, que também é militar, e não tem filhos.

Em um post que viralizou nas redes sociais, a sargento Mallory Harrison, que morou com Gee por três anos, fez um desabafo emocionado sobre a amiga.

"O carro dela está estacionado em nossa garagem. É tão mundano, simples, mas está lá (...) Então vem uma explosão e, de uma hora para outra, ela se foi", escreveu Harrison. "O carro dela ainda está lá, mas ela se foi para sempre."

Veja os nomes dos 13 militares americanos que morreram no aeroporto de Cabul

  • Darin T. Hoover, 31, de Salt Lake City (Utah)
  • Johanny Rosariopichardo, 25, de Lawrence (Massachusetts)
  • Nicole L. Gee, 23, de Sacramento (Califórnia)
  • Hunter Lopez, 22, de Indio (Califórnia)
  • Daegan W. Page, 23, de Omaha (Nebraska)
  • Humberto A. Sanchez, 22, de Logansport (Indiana)
  • David L. Espinoza, 20, de Rio Bravo (Texas)
  • Jared M. Schmitz, 20, de St. Charles (Missouri)
  • Rylee J. McCollum, 20, de Jackson (Wyoming)
  • Dylan R. Merola, 20, de Rancho Cucamonga (Califórnia)
  • Kareem M. Nikoui, 20, de Norco (Califórnia)

Internacional