PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Noiva fica ferida em lua de mel após explosão de bomba da Primeira Guerra

Lidiia Makarchuk, de 31 anos, ao lado do marido Norbert Varga, de 43 anos - Reprodução/Instagram
Lidiia Makarchuk, de 31 anos, ao lado do marido Norbert Varga, de 43 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

19/10/2021 11h19Atualizada em 20/10/2021 08h25

Uma mulher foi atingida por estilhaços de uma bomba da Primeira Guerra Mundial enquanto participava de um evento em uma floresta na Ucrânia ao lado do seu novo marido, Norbert Varga, de 43 anos, e familiares. Lidiia Makarchuk, de 31 anos, estava em lua de mel quando ocorreu o incidente, de acordo com o The Sun. O irmão dela não resistiu à explosão e morreu.

Segundo a publicação, a principal hipótese é a de que a bomba foi ativada após o grupo caminhar nas montanhas do parque dos Cárpatos, próximo da Hungria. O marido estava em sua tenda quando houve a explosão.

"Enquanto eu estava guardando o meu equipamento, o som de uma explosão e gritos quebraram o silêncio. Corri para a fogueira o mais rápido que pude, gritando o nome de Lidiia", disse ele.

A mulher sofreu ferimentos por estilhaços no olho esquerdo e no rosto, além de também ficar ferida nas pernas e nas mãos. Ela conta que podia ouvir o seu irmão, Myroslav, de 29 anos, agonizando.

"Meu único arrependimento é não ter chamado ele para dizer que o amava", conta. Além do irmão, um outro membro do grupo não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada da ambulância.

Norbert disse que ainda tentou realizar os primeiros socorros, mas sem sucesso. "Ele lutou pela vida por duas horas", disse ele. "Filmes de guerra são a coisa mais próxima do que vivi naquela noite, jamais esquecerei."

Lidiia e os outros feridos chegaram ao hospital sete horas após a explosão. Ela agora consegue andar, embora ainda esteja em tratamento no hospital. A expectativa é a de que ela faça um tratamento ocular no final do mês na Hungria, antes de retornar ao Reino Unido, onde mora desde 2017.

Sua família criou uma página de vaquinha online para arrecadar dinheiro para os gastos médicos. A família já conseguiu arrecadar mais que a meta, somando, até agora, cerca de 27 mil euros (o equivalente a R$ 174,3 mil, na cotação atual).

A floresta em que o grupo estava foi usada como campo de batalha em ambas as guerras mundiais. Acredita-se que a bomba veio da Ofensiva de Brusilov, uma campanha travada pelos russos contra Áustria e Hungria em 1916.

Internacional