PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Putin ficou 'calmo e tranquilo' com informe sobre Finlândia entrar na Otan

Vladimir Putin, presidente da Rússia - Mikhail Klimentyev/Sputnik/AFP
Vladimir Putin, presidente da Rússia Imagem: Mikhail Klimentyev/Sputnik/AFP

Do UOL, em São Paulo

15/05/2022 14h38

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ficou "calmo e tranquilo" ao ser informado sobre a Finlândia ter oficializado sua intenção de aderir à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), disse o presidente finlandês, Sauli Niinisto, em entrevista à CNN Internacional.

Apesar de ter dito que Putin não se irritou com a notícia, o líder do país nórdico afirmou que o início da guerra contra a Ucrânia "mostrou que eles [os russos] estão prontos para atacar um país vizinho independente".

Com o movimento da Finlândia, o país abandona décadas de neutralidade e ignora as ameaças russas de possível retaliação caso a adesão à Otan se concretize. Em conversa por telefone ontem com Niinisto, Putin disse que a entrada da Finlândia na aliança militar seria um "erro", segundo nota divulgada pelo governo russo.

Também ontem, a Rússia cortou o fornecimento de eletricidade ao país nórdico após problemas no recebimento de pagamentos.

Sauli Niinisto, presidente da Finlândia - Heikki Saukkomaa/ Lehtikuva/via REUTERS - Heikki Saukkomaa/ Lehtikuva/via REUTERS
Sauli Niinisto, presidente da Finlândia
Imagem: Heikki Saukkomaa/ Lehtikuva/via REUTERS

Embora não acredite que a Rússia possa atacar a Finlândia agora ou no futuro, Niinistö disse à CNN que o cenário político dividido da Europa e do mundo não deixa muito espaço para os não alinhados.

Ao informar a Rússia sobre a decisão da Finlândia de solicitar a adesão à Otan, o líder finlandês afirmou que ficou surpreso com a reação calma de seu homônimo russo.

"Na verdade, a surpresa foi que ele aceitou com tanta calma", disse. "Mas na política de segurança, especialmente falando com a Rússia, você deve ter em mente que o que ele disse não significa que você não deva estar o tempo todo bem ciente."

"Até agora, parece que não há problemas imediatos", acrescentou Niinisto.

O finlandês ainda afirmou que, embora tenha ficado "surpreso" com os comentários do presidente turco Recep Tayyip Erdoğan, ele "não está preocupado" com o fato de a Turquia bloquear a adesão da Finlândia à Otan. O líder da Turquia disse que não via "positivamente" o ingresso de Finlândia e Suécia no bloco.

"Acredito que ainda haverá muita discussão e não estou tão preocupado com isso", completou.

Internacional