Topo

Conteúdo publicado há
11 meses

Homem tem olho devorado por parasita após dormir com lentes de contato

Mike Krumholz conscientiza as pessoas nas redes sociais a tomarem cuidados com a saúde dos olhos - Reprodução/TikTok
Mike Krumholz conscientiza as pessoas nas redes sociais a tomarem cuidados com a saúde dos olhos Imagem: Reprodução/TikTok

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/03/2023 10h42Atualizada em 13/03/2023 10h42

Um jovem foi descuidado ao dormir usando lentes de contato, mas quando acordou percebeu que perdeu a visão, por causa de um raro parasita carnívoro.

O caso aconteceu em 19 de dezembro, com Mike Krumholz, de 21 anos, que reside na Flórida, nos Estados Unidos. Ele havia decidido tirar um cochilo por 40 minutos após um longo dia de trabalho como babá.

Em entrevista ao jornal Daily Star, ele contou que usa lentes de contato há sete anos e já contraiu infecções oculares ou ficou com "olhos rosados" depois de esquecer de removê-las.

El afirmou que nunca levou esse problema a sério e quando deixou de tirar as lentes, acabou desenvolvendo ceratite (inflamação da córnea) por Acanthamoeba, um raro parasita devorador de carne que está se alimentando do olho direito dele.

De acordo com Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês) apenas 1 em 33 casos a cada milhão de usuários de lentes de contato em "países desenvolvidos" é diagnosticado com a rara ceratite por Acanthamoeba.

"Minhas lentes de contato ficaram realmente irritadas, como se estivessem flutuando nos meus olhos. Eu as tirei e não havia nada de errado", explicou. "Então, na manhã seguinte, acordei, fui jogar beisebol e tive que tirar as lentes imediatamente. Eu disse aos meus pais: Tenho que ir ao oftalmologista, algo não está certo'."

A gravidade da condição agora impede Mike de trabalhar e retomar seus estudos universitários. Ele contou que está em plena escuridão há mais de 50 dias.

"No meu quarto, mantenho as persianas fechadas e todas as luzes apagadas. É muito estranho não poder ver as pessoas. Você não quer que as pessoas se sintam mal por você, mas ao mesmo tempo você quer viver como um jovem de 21 anos que está na faculdade."

Os efeitos da ação do parasita também têm causado fortes dores em Mike, que segundo ele, estão cada vez mais insuportáveis.

"Eu não poderia explicar uma dor como essa na minha vida. É como um choque constante, é uma dor constante. Tenho gritado de dor".

Providências

Mike precisou passar por sete médicos e levou mais de um mês para receber o diagnóstico correto de Acanthamoeba, mas acabou sendo um problema para a recuperação do olho.

Após a identificação do tipo de infecção, ele passou por terapia fotodinâmica, que consiste em uma cirurgia de retalho conjuntival, na qual os cirurgiões pegam o "branco" do olho dele e o colocam sobre a pupila para dar uma chance de combater o parasita, mas o jovem não enxerga mais com o olho direito, exceto por "piscando em preto e cinza", ao qual ele comparou com a estática de uma TV.

"A pupila está coberta. Não tenho uma agora, você não pode vê-la. Isso é porque a córnea está muito turva e porque o ampea (parasita) comeu muito dela. Eles disseram [os médicos] que não sou elegível agora para um transplante de olho porque tenho 21 anos."

Diante de seu sofrimento, Mike passou a fazer vídeos para a plataforma TikTok com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os riscos de dormir com as lentes de contato. Ele já acumula mais de 20 mil seguidores e milhões de visualizações.

Com a repercussão do caso, ele também está arrecadando dinheiro para ajudar a sustentá-lo, enquanto enfrenta o parasita que devora seu olho. Mike conseguiu US$ 3.850 (cerca de R$ 20 mil, na cotação atual) de sua meta de US$ 10 mil (R$ 52,2 mil).