Conteúdo publicado há 2 meses

Milei diz que embaixador argentino no Brasil segue no cargo 'por enquanto'

Javier Milei disse que o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, deve seguir no cargo "por enquanto".

O que aconteceu

O presidente eleito da Argentina concedeu entrevista à rádio La Red. "A ideia é que, por enquanto, ele continue nessa tarefa", afirmou Milei.

A permanência de Scioli no cargo foi criticada pelo atual presidente argentino, Alberto Fernández. "Para quem já trabalhou no nosso governo deve ser objetivamente impossível trabalhar com Milei, porque pensamos muito diferente."

Durante a conversa, o presidente eleito também confirmou Gerardo Werthein como novo embaixador da Argentina nos EUA.

Milei e Lula

No último domingo (26), Javier Milei enviou uma carta ao presidente Lula (PT) por meio de sua futura chanceler, Diana Mondino. Ela esteve em Brasília, onde se reuniu com o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Mauro Vieira.

O objetivo do encontro foi ressaltar o convite para a cerimônia de posse, a ser realizada em Buenos Aires no dia 10 de dezembro. O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), do qual Milei é admirador, já confirmou presença.

O tom do texto da carta entregue a Lula é diferente dos ataques feitos pelo argentino ao brasileiro durante a eleição. Milei já se referiu ao petista como "ladrão", "comunista furioso" e "ex-presidiário". As primeiras críticas são de 2021, quando se fortaleceram os rumores de que Lula seria candidato à Presidência.

Continua após a publicidade

No texto, Milei cita o desejo de "continuar compartilhando áreas de complementaridade, no nível da integração física, do comércio e da presença internacional". O presidente eleito da Argentina ainda defende a "construção de laços" entre os dois países.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora