Conteúdo publicado há 1 mês

Homem é espancado por cerca de 30 pessoas de extrema-direita na Espanha

Um homem de 32 anos está em uma Unidade de Tratamento Intensivo após ser espancado por cerca de 30 pessoas "ligadas à extrema-direita", em Castellón, na Espanha.

O que aconteceu

O homem foi atacado com barras de ferro e pedaços de pau. O fato aconteceu durante a Festa de Maria Madalena, na cidade de Castellón.

Vítima "não fazia parte de algum grupo". Segundo testemunhas ouvidas pelo jornal El País, o rapaz é um turista de Villarreal e apenas estava na rua em que o grupo entrou. "Ele imediatamente caiu no chão após ser atingido por uma barra enquanto cerca de dez ou doze continuavam a bater nele", disseram testemunhas.

Ataque teria "antecedentes ideológicos". Os agressores estariam a caminho da sede do coletivo antifascista La Cosa Nostra, que ficava próximo à região do ataque. Em comunicado nas redes sociais, o grupo culpou a extrema-direita pelo ataque e pediu por união: "Nada poderão fazer contra um povo unido, alegre e combativo. Temos muita clareza de que resistir é vencer."

Deixe seu comentário

Só para assinantes