Conteúdo publicado há 1 mês

Irã 'encerra assunto' e alerta EUA para 'ficar fora' de conflito com Israel

O Irã advertiu os Estados Unidos a "ficarem de fora" do conflito com Israel, após o ataque iraniano com drones neste sábado (13).

O que aconteceu

Irã também prometeu aumentar a força caso Israel "cometa outro erro". O ataque, confirmado pelos dois países, é uma retaliação ao bombardeio israelense contra o consulado iraniano na Síria que matou dois líderes militares do Irã.

O assunto pode ser considerado encerrado. Contudo, caso o regime israelita cometa outro erro, a resposta do Irã será consideravelmente mais severa. É um conflito entre o Irã e o regime israelita desonesto, do qual os EUA devem ficar longe
Comunicado da Missão Permanente do Irã nas Nações Unidas, pelo X

Biden se reuniu com sua equipe de segurança nacional. Usando a conta oficial da Presidência dos EUA no X (antigo Twitter), o democrata publicou uma foto do encontro e reafirmou seu compromisso com a segurança de Israel contra as ameaças do Irã.

Sirenes são acionadas e Israel intercepta drones

Sirenes soaram em Jerusalém, onde explosões também foram ouvidas. Segundo as forças de defesa israelenses, o aviso sonoro também tocou: no norte e no sul de Israel, na região do Mar Morto, na área de Shomron, e na região de Negev.

Domo de Ferro interceptou drones. O governo de Israel compartilhou um vídeo dando "Graças a Deus" pelo sistema de defesa.

Continua após a publicidade

Israel orientou moradores a permanecerem perto de espaços seguros. "Não importa de onde a ameaça seja lançada, quando soar um alarme, você deve entrar no abrigo e esperar lá por pelo menos dez minutos. Atualizaremos em tempo real se você precisar permanecer lá por um período mais longo".

"Iron Dome", o sistema de defesa antiaérea de Israel
"Iron Dome", o sistema de defesa antiaérea de Israel Imagem: Reprodução/X

Ataque do Irã

Canal ligado à mídia estatal do Irã confirmou ataque de drones. Segundo a PressTV, a Guarda Revolucionária do Irã — também conhecida como Força Quds, responsável pelas operações militares internacionais iranianas — "lançou extensivos ataques com drones contra alvos em territórios ocupados", termo que o Irã usa para descrever Israel.

Espaço aéreo israelense foi fechado à 0h30 (18h30 em Brasília). O Iraque, que faz fronteira com o Irã, também anunciou o fechamento temporário do seu espaço aéreo e a interrupção do tráfego. Mais cedo, a Jordânia já havia comunicado a adoção da mesma medida, citando falhas nos serviços de GPS. Depois, o Líbano também suspendeu os voos.

Primeiro-ministro disse que Israel está 'preparado'. Em discurso transmitido pela TV, Benjamin Netanyahu garantiu que o país está preparado para enfrentar qualquer cenário, "tanto em defesa quanto em ataque", acrescentando que Israel conta com o apoio dos Estados Unidos e "de muitos outros países". As declarações foram feitas antes do anúncio sobre os drones iranianos.

Continua após a publicidade

(Com AFP e Deutsche Welle)

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Diferentemente do informado no texto desta matéria, o Iraque não faz fronteira com Israel.

Deixe seu comentário

Só para assinantes