Conteúdo publicado há 21 dias

Reconhecimento do Estado palestino 'recompensa terrorismo', diz Netanyahu

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, chamou de "recompensa ao terrorismo" a decisão de Espanha, Irlanda e Noruega de reconhecer a Palestina como Estado.

O que aconteceu

"Será um Estado terrorista, que repetirá o massacre de 7 de outubro, e não o permitiremos", declarou o chefe de Governo. Ele falou sobre o assunto em um vídeo divulgado por seu gabinete.

"Uma recompensa ao terrorismo não trará a paz", disse Netanyahu. Até o momento, 35,7 mil pessoas foram mortas do lado palestino da guerra. Outras 1,2 mil morreram no ataque dos extremistas em 7 de outubro em Israel.

Autoridades palestinas chamaram reconhecimento de "momento histórico". Extremistas afirmaram que decisão mostra uma "nova tendência" entre as potências ocidentais. Desde 1988, 144 países dos 193 membros da ONU já reconheceram o Estado palestino, entre eles o Brasil.Autoridades palestinas chamaram reconhecimento de "momento histórico". Extremistas afirmaram que decisão mostra uma "nova tendência" entre as potências ocidentais. Desde 1988, 144 países dos 193 membros da ONU já reconheceram o Estado palestino, entre eles o Brasil.

Deixe seu comentário

Só para assinantes