Conteúdo publicado há 23 dias

Doze pessoas ficam feridas após turbulência de 20 segundos em voo da Qatar

Doze pessoas que viajavam em voo da Qatar Airways ficaram feridas após período de turbulência, conforme informação divulgada pelo Aeroporto de Dublin, neste domingo (26).

O que aconteceu

Seis passageiros e seis tripulantes relataram ferimentos com a forte turbulência. O pouso ocorreu com segurança, pouco antes das 13h (horário local).

O voo QR017 fazia a rota Doha, no Qatar, para Dublin, na Irlanda. O incidente ocorreu enquanto a aeronave —um Boeing 787 Dreamliner— sobrevoava a Turquia.

Oito pessoas foram levadas ao hospital. Não há informações sobre o estado de saúde. O voo de volta a Doha está programado para operar normalmente esta tarde, embora com atraso. As operações de voo no Aeroporto de Dublin não foram afetadas.

Incidente durou menos de 20 segundos, durante o serviço de alimentação e bebidas. A informação foi divulgada pela rede de TV irlandesa RTE, com base em relatos feitos por passageiros que estavam no voo.

"Pequeno número de passageiros". A Qatar Airways disse, em comunicado enviado à agência de notícias Reuters, que um "pequeno número" de passageiros e tripulantes sofreu ferimentos leves e que o incidente estava sujeito a uma investigação interna.

Ao pousar, a aeronave foi recebida pelos serviços de emergência, incluindo a Polícia Aeroportuária e nosso departamento de Bombeiros e Resgate, devido aos passageiros e tripulantes que relataram os ferimentos.
Aeroporto de Dublin, em comunicado

Outra caso de turbulência em voo

Turbulência em voo da Singapore Airlines deixou um morto na última terça-feira (21). Um passageiro morreu e vários ficaram feridos após uma turbulência severa durante voo da companhia aérea, que saiu do Aeroporto de Londres-Heathrow. A aeronave envolvida no incidente é um Boeing 777-300ER.

Continua após a publicidade

O idoso morto tinha problemas de saúde. Isso pode ter causado um ataque cardíaco, afirmou a direção do Airports of Thailand a jornalistas. Outros passageiros precisaram passar por cirurgia na coluna.

A turbulência aconteceu 1h30 antes do pouso em Singapura. Comandante declarou emergência e fez um pouso não programado em Bangkok, na Tailândia, onde os feridos foram atendidos.

Em somente um "solavanco", aeronave caiu o equivalente a 213 metros. No início da turbulência, a aeronave estava a 11,2 km de altitude. O pouso ocorreu 24 minutos após o início da turbulência.

Deixe seu comentário

Só para assinantes