PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Acre tem dia mais frio em 15 anos, e haitianos sofrem com mau tempo

Ana Paula Batalha

Do UOL, em Rio Branco

25/07/2013 14h50

A temperatura registrada no Acre na manhã desta quinta-feira (25) foi a mais fria dos últimos 15 anos, segundo o meteorologista Davi Friale. A capital do Estado, Rio Branco, marcou 7,5 graus Celsius (ºC), com sensação térmica de -3º devido aos ventos com velocidade acima de 40 quilômetros por hora.

"Segundo os registros da Aeronáutica, a capital do Acre foi a segunda mais fria hoje pela manhã. Durante a madruga não nevou por muito pouco. A garoa iria cair um pouco congelada", explicou Friale.

De acordo com o meteorologista, em 1998, o Estado apresentou temperatura bastante baixa, mas não igual a deste ano. Em 1975, o Estado registrou 5,9ºC em 19 de agosto.

Barracões com lonas

Os haitianos que chegam diariamente ao Acre e ficam abrigados em um barracão na cidade de Brasileia, que faz fronteira com Bolívia e Peru, passaram por necessidades por conta do frio. O local conta com 900 imigrantes  atualmente.

Eles receberam doações de lona para cobrir o local e cobertores. A cidade registrou 6,5ºC nesta manhã, mas a sensação térmica foi maior do que a capital porque não estava ventilada.

"Todos os dias chegam e saem muitos haitianos. Recebemos doações de lonas e o Estado vai mandar alguns cobertores", afirmou o coordenador do abrigo e representante da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Damião Borges.

Doações

O governo do Acre, por meio da campanha Acre Solidário, distribuiu mais de 300 cobertores e cem agasalhos para moradores de rua e internos de passagens, além de um sopão para as pessoas mais necessitadas.

VOCÊ MANDA PARA O UOL

  • Rodrigo Philipps/Agência RBS

    Envie fotos do frio e da neve na sua cidade

A prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria de Cidadania e Assistência Social, também fez a mesma ação, além de abrigar os moradores de ruas em um albergue.

Os animais também receberam ações para ficarem protegidos do frio. No Parque Chico Mendes, em Rio Branco, os recintos foram cobertos por lona. Eles também receberam cobertores. O local possui 200 animais de 33 espécies diferentes.

Chegada do frio

A frente fria chegou durante a noite de segunda-feira (22) após uma forte chuva que despencou a temperatura de 34ºC para 13ºC. Após dias e noites frias, o sol apareceu nesta quinta-feira, mas não foi o suficiente para aquecer os acreanos. Na quarta-feira (24), a temperatura não passou dos 8ºC.

Com a previsão de continuar com a temperatura amena até sexta-feira 26), com mínima de 14ºC, várias campanhas relâmpagos de arrecadação de cobertores e agasalhos foram deflagradas.

"No final de semana teremos muito sol. Não teremos chuvas nas próximas duas semanas. A seca será severa neste ano", ressaltou Friale.

 

Meio Ambiente