PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Caverna inundada mais profunda do mundo é descoberta na República Tcheca

Mergulhador explora gruta conhecida como Hranicka Propast - Krzysztof Starnawski expedition/AP
Mergulhador explora gruta conhecida como Hranicka Propast Imagem: Krzysztof Starnawski expedition/AP

De Praga

30/09/2016 16h27

Uma equipe tcheca-polonesa de espeleólogos afirmou nesta sexta-feira que descobriu a caverna inundada mais profunda do mundo, a 404 metros de profundidade, no leste da República Tcheca.

A gruta é conhecida como Hranicka Propast, perto da cidade de Hranice, e bate o recorde ostentado até agora pelo italiano Pozzo del Merro, que tem 392 metros de profundidade, explicou à AFP Miroslav Lukas, membro da Sociedade Espeleológica Tcheca.

"Queríamos bater o recorde italiano. Conseguimos, agora temos o número mágico de 404 metros", explicou Lukas, insistindo que a gruta é "definitivamente" ainda mais profunda.

"Não sei se é cinco metros ou uma centena de metros, mas a profundidade aumentará" sem dúvida, afirmou.

Lukas afirmou que as medições haviam sido comprovadas com um robô e graças ao comprimento do cabo conectado à máquina a partir da superfície.

O mergulhador polonês Krzysztof Starnawski desceu em 27 de setembro a uma profundidade de 200 metros dentro da caverna e instalou o robô, que continuou descendo até os 404 metros.

Lukas explicou que o projeto é cofinanciado pela sociedade americana National Geographic, que divulgou a notícia na quinta-feira.

As primeiras explorações em Hranicka Propast remontam a 1963.

Meio Ambiente