PUBLICIDADE
Topo

Prejuízo pelo aumento do nível do mar deve custar R$ 73 trilhões até 2100

Grande parte das regiões em risco são de baixa renda e já lidam com enchentes anuais - Bustomi/Xinhua
Grande parte das regiões em risco são de baixa renda e já lidam com enchentes anuais Imagem: Bustomi/Xinhua

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 17h11

Um estudo publicado hoje na revista Science Reports estima que, até 2100, o prejuízo causado pelo aumento do nível do mar deve corresponder a 20% do PIB global.

Esse é o primeiro estudo que leva em conta o impacto econômico das mudanças climáticas: o dano financeiro pode chegar a US$ 14,2 trilhões, que hoje equivalem a mais de R$ 73 trilhões.

"Isso num cenário 'normal' de emissões de CO2", explica o coautor do estudo Ebru Kirezci, da Universidade de Melbourne. Nesse cenário, as emissões de carbono continuarão crescendo até o final do século.

O estudo também estima que, caso a degradação do meio ambiente continue no mesmo ritmo de hoje, 287 milhões de pessoas serão afetadas pela inundação de uma área de mais de um milhão de quilômetros quadrados — mais de duas vezes a extensão da França.

De acordo com os pesquisadores, as áreas em maior perigo são o nordeste dos Estados Unidos, o noroeste da Europa e a Ásia, inclusive regiões da Indonésia e China.

"Se você quer chamar a atenção de políticos, você precisa colocar nos termos deles. Os termos deles são impactos econômicos", explicou o pesquisador Ian Young, também coautor do estudo.

Meio Ambiente