Renovação do Senado é de 85%, mas apenas 30% são caras novas no Congresso

Beatriz Montesanti e Aiuri Rebello

Do UOL, em São Paulo

  • divulgação

    Leila "do vôlei" foi eleita pelo PSB do DF: ela é uma das novidades no Senado a partir de 2019

    Leila "do vôlei" foi eleita pelo PSB do DF: ela é uma das novidades no Senado a partir de 2019

O Senado teve um dos maiores índices de renovação de sua história nas eleições deste domingo (7), 85%. Isso significa que, das 54 cadeiras em disputa, apenas oito serão ocupadas por senadores reeleitos. As outras 46 serão ocupadas por novos senadores.

O número elevado, no entanto, engana: nem todos os novos senadores são de fato novos na casa. Quatro deles já passaram pelo Senado em outras ocasiões. É o caso de Esperidião Amin (PP-SC), senador entre 1991 e 1999; Flávio Arns (Rede-PR), que cumpriu um mandato entre 2003 e 2011; Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) e Jayme Campos (DEM-MT), senadores entre 2007 e 2015.

Outros 22 eleitos, embora nunca tenham passado pelo Senado, são velhos conhecidos do Congresso, migrantes da Câmara dos Deputados. Entre eles estão Jaques Wagner (PT- BA), Major Olímpio (PSL-SP) e Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB).

Dos senadores eleitos neste domingo, 20 são de fato rostos novos no legislativo federal. Nesse grupo, nove foram eleitos pela primeira vez na vida. É o caso, por exemplo, de Leila do Vôlei (PSB-DF), da juíza Selma Arruda (PSL-MT) e do jornalista Carlos Viana (PHS-MG).

Apesar de nunca ter sido eleita anteriormente, Leila já foi secretária de Esportes do DF e checou a se candidatar à deputada distrital em 2014, mas não conseguiu a cadeira.

Leia Mais

O Espírito Santo elegeu dois outsiders políticos: Fabiano Contarato (Rede) e Marcos do Val (PPS). Contarato é delegado da Polícia Civil desde 1992. Marcos do Val, por sua vez, foi instrutor da SWAT - unidade especializada da política norte-americana.

Outros 13, no entanto, apesar de nunca terem passado pelo Congresso, são políticos que já ocuparam outros cargos públicos.

É o caso do veterano Cid Gomes (PDT-CE), irmão do presidenciável derrotado Ciro Gomes (PDT). Ele governou o Ceará de 2006 a 2010, foi prefeito de Sobral de 1996 a 2000, deputado estadual de 1990 a 1994 e ministro da Educação em 2013. Ano que vem, apesar da ampla experiência política, chega ao Congresso pela primeira vez.

'NOVA DIREITA' SE ALIMENTA DE INFORMAÇÕES FALSAS

Perfil mais conservador

"O Senado é uma casa para onde os partidos costumavam mandar seus nomes mais tradicionais, os caciques de cada estado", afirma Malco Camargos, doutor em ciência política e professor da PUC-MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). "Neste ano, isso não deu certo, o resultado mostra que o eleitor resolveu afastar os políticos tradicionais e optar por novos nomes na expectativa de mudanças", afirma. "Mesmo que a maioria seja político e venha de outras instâncias como governos locais, não deixa de ser uma renovação enorme e impressionante. Se isso vai ser bom ou não, eu não sei."

Para Camargos, isso indica o nível de desgaste da classe política. "Todos aqueles que eram identificados como políticos tradicionais foram excluídos ou tiveram enorme dificuldade de eleger-se, principalmente no Senado", diz. "Isso mostra também que a expectativa por mudanças é grande."

O perfil de vários dos eleitos também indica uma legislatura mais conservadora do que a anterior no Senado. "Pautas mais conservadoras devem ganhar força e temas como descriminalização da maconha ou aborto provavelmente não terão vez."

Camargos considera que uma renovação era necessária, mas alerta para o risco dos eleitores saírem frustrados mais uma vez. "Como o Senado é uma casa de mais reflexão, com mandatos mais longos, dedica-se ao debate de leis e formação de consensos. A casa é mais focada na vida legislativa. A chance de haver uma frustração dos eleitores é muito grande. Dificilmente haverá o tipo de 'ação' que se espera, pela própria natureza da casa."

Senadores reeleitos

  • Sérgio Petecão (PSD-AC)
  • Renan Calheiros (MDB-AL)
  • Randolfe Rodriges (Rede-AP)
  • Eduardo Braga (MDB-AM)
  • Jader Barbalho (MDB-PA)
  • Humberto Costa (PT-PE)
  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Paulo Paim (PT-RS)

Senadores que já passaram pela Casa

  • Jayme Campos (DEM-MT) (2007-2015)
  • Flávio Arns (Rede-PR) (2003-2011)
  • Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) (2007-2015)
  • Esperidão Amin (PP-SC) (1991-1999)

Senadores que vieram da Câmara dos Deputados

  • Márcio Bittar (MDB-AC)
  • Plínio Valério (PSDB-AM)
  • Jaques Wagner (PT-BA)
  • Izalci (PSDB-DF)
  • Weverton (PDT-MA)
  • Eliziane Gama (PPS-MA)
  • Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
  • José da Cruz Marinho (PSC-PA)
  • Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB)
  • Marcelo Castro (MDB-PI)
  • Arolde de Oliveira (PSD-RJ)
  • Zenaide Maia (PHS-RN)
  • Luis Carlos Heinze (PP-RS)
  • Marcos Rogério (DEM-RO)
  • Confúcio Moura (MDB-RO)
  • Chico Rodrigues (DEM-RR)
  • Jorginho Mello (PR-SC)
  • Major Olímpio (PSL-SP)
  • Mara Gabrilli (PSDB-SP)
  • Rogério Carvalho Santos (PT-SE)
  • Eduardo Gomes (SD-TO)
  • Irajá Abreu (PSD-TO)

Novos no Congresso

  • Rodrigo Cunha (PSDB-AL)
  • Lucas Barreto (PTB-AP)
  • Angelo Coronel (PSD-BA)
  • Cid Gomes (PDT-CE)
  • Eduardo Girão (Pros-CE)
  • Leila do Vôlei (PSB-DF)
  • Fabiano Contarato (Rede-ES)
  • Marcos do Val (PPS-ES)
  • Vanderlan (PP-GO)
  • Jorge Kajuru (PRP-GO)
  • Juiza Selma Arruda (PSL-MT)
  • Nelson Trad Filho (PTB-MS)
  • Soraya Thronicke (PSL-MS)
  • Jornalista Carlos Viana (PHS-MG)
  • Daniella Ribeiro (PP-PB)
  • Professor Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)
  • Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)
  • Capitão Styvenson (Rede-RN)
  • Mecias de Jesus (PRB-RR)
  • Delegado Alessando Vieira (Rede-SE)

Eleitos pela 1ª vez

  • Leila do Vôlei (PSB)
  • Fabiano Contarato (Rede)
  • Marcos do Val (PPS)
  • Juiza Selma Arruda (PSL)
  • Soraya Thronicke (PSL)
  • Jornalista Carlos Viana (PHS)
  • Professor Oriovisto Guimarães (Podemos)
  • Capitão Styvenson (Rede)
  • Delegado Alessando Vieira (Rede)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos