TSE determina que segundo colocado na eleição assuma prefeitura de Ipatinga, em Minas

Da Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, concedeu na tarde de hoje (30) liminar para que seja diplomado e empossado no cargo de prefeito de Ipatinga (MG) o candidato Sebastião Quintão (PMDB), segundo colocado nas eleições deste ano e que buscava a reeleição.

Britto suspendeu decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). O tribunal diplomou o candidato Chico Ferramenta (PT) como prefeito do município, com base em determinação do juízo de primeira instância, embora ele estivesse com o registro de candidatura negado em razão de ter tido contas rejeitadas quando ocupou o anteriormente a prefeitura.

Segundo o ministro, Quintão deve tomar posse sem prejuízo de eventual nova proclamação e nova posse, até o julgamento, pelo TSE, de recurso do candidato Ferramenta.

Britto lembrou que o plenário do TSE, em reunião do dia 12 de dezembro deste ano, firmou orientação no sentido de que não poderá ser diplomado candidato sem registro, ainda que o indeferimento esteja sub judice.

"Nada justifica a preservação de ato cujo resultado será a posse de candidato que, nos termos de precedente deste TSE, somente poderá assumir a chefia do Executivo caso venha a obter o registro de sua candidatura", argumentou Britto.

Beneficiário com a decisão de Britto, Sebastião Quintão é pai do deputado federal Leonardo Quintão (PMDB), que ficou em segundo lugar nas eleição deste ano para a prefeitura de Belo Horizonte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos