Procurador-geral da República pede ao STJ agilidade na investigação do mensalão do DF

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e a subprocuradora-geral da República Raquel Dodge enviaram uma petição ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) pedindo mais rapidez na investigação do Inquérito nº 650, que apura irregularidades no governo do Distrito Federal.

A alegação dos procuradores é de que, com isso, pode-se “evitar o desaparecimento de vestígios dos crimes (...) evitando a prescrição, bem como exonerar aqueles que não têm participação em empreitada criminosa investigada”. O documento foi entregue no fim da noite desta segunda-feira (22), mas o anúncio da ação só saiu na manhã de hoje.

Entre os pedidos da PGR estão os depoimentos imediatos do governador afastado e preso José Roberto Arruda (sem partido), do ex-vice governador Paulo Octávio, do conselheiro do Tribunal de Contas do DF, Domingos Lamoglia; ex-Secretário de Comunicação do DF, Wellington Moraes; do corregedor Roberto Giffoni, e do delator do mensalão do DF, o ex-Secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa e demais pessoas que aparecem nos vídeos produzidos por ele, num total de 17 pessoas.

A PGR também deu à Secretária de Fazenda do DF o prazo de dez dias para encaminhar uma relação de pagamentos feitos nos anos de 2007 a 2009 a todas as empresas que prestam serviços de informática ao governo local.

Outra requisição foi um perícia complementar feita em papel-moeda marcado e apreendido para esclarecer o vínculo entre as empresas Adler e Vertax. E ainda pediram a agilidade na análise das quebras de sigilo bancário e fiscal em curso dos envolvidos em comparação também com as de Durval Barbosa.

“O exame de todos os documentos apreendidos e as perícias em curso hão de ser concluídos com brevidade. As diligências relativas à prova da materialidade dos crimes e de sua autoria não podem demorar, sob pena de comprometer o resultado da investigação”, argumentam o procurador-geral e a subprocuradora na petição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos