Topo

Governador de Minas Gerais quer CPI da corrupção

Fábio Brandt<BR>Em Brasília

11/08/2011 07h00

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), disse nesta quarta-feira (10) ser a favor de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar suspeitas de corrupção no governo de Dilma Rousseff. Para ele, a CPI é “um bom instrumento” para ser usado junto com o trabalho de investigação “da Polícia Federal, do Ministério Público e do Tribunal de Contas”.

Anastasia falou sobre o tema no programa "Poder e Política - Entrevista", conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha.

>>Fotos da entrevista com Antonio Anastasia.

Na entrevista, o tucano comentou polêmicas do PSDB. Disse que José Serra, ex-governador de São Paulo, será “um candidato fortíssimo” à prefeitura da capital paulista caso entre na disputa de 2012. O mineiro ainda declarou apoio à candidatura de Aécio Neves para presidente da República em 2014.

Anastasia também respondeu a perguntas sobre CPMF, liberação da maconha, Copa de 2014 e sobre sua relação de proximidade com a presidente Dilma Rousseff.

Veja a seguir trechos em vídeo da entrevista e, mais abaixo, vídeo com a íntegra da entrevista. A transcrição completa também está disponível em texto.

Mais Política