PUBLICIDADE
Topo

Política

Em nota, Cabral diz que nunca negou amizade com dono da Delta

Cabral afirmou que nunca misturou amizade com interesse público - Divulgação
Cabral afirmou que nunca misturou amizade com interesse público Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/04/2012 20h02

Em nota divulgada neste sábado (28), o governador Sérgio Cabral (PMDB) diz nunca ter negado ser amigo do empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta. No texto, Cabral afirma ainda que não “mistura amizade com interesse público”.

“Nunca neguei minha amizade com o empresário Fernando Cavendish. Jamais imaginei e, muito menos tinha conhecimento, que a sua empresa fizesse negócios com um contraventor no Centro-Oeste brasileiro. Quando assumi o governo, a Delta já era uma das maiores empreiteiras do Rio e do Brasil. Nunca na minha vida misturei amizade com interesse público”, diz o texto.

A nota foi divulgada depois que o deputado federal e ex-governador Anthony Garotinho (PR) publicou em seu blog um vídeo em que Cabral e o dono da Delta aparecem em um restaurante, acompanhados de suas mulheres e de outros dois casais. No post, o deputado avisa que ainda não confirmou se o encontro ocorreu em Paris ou Monte Carlo.

Na sexta (27), Garotinho havia publicado fotos em que Cabral e parte de seu secretariado confraternizam com Cavendish durante viagem a Paris.

Na última quarta-feira (25), um ex-diretor da Delta foi preso na operação que atingiu Brasília, São Paulo, Anápolis e Goiânia.

As operações Monte Carlo e Saint-Michel investigam gravações telefônicas que indicam o envolvimento de políticos e empresários com o grupo de Cachoeira.  

Nesta semana, uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) foi instalada no Congresso Nacional para investigar o esquema que envolve o favorecimento da Delta Construções, empresa que mantém contratos com o governo federal, e ainda o envolvimento de empresários e políticos com Cachoeira.

Política