PUBLICIDADE
Topo

Política

Vitória de Marina Silva seria desastrosa, diz Kátia Abreu

Fernando Rodrigues

Do UOL, em Brasília

09/10/2013 06h00

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) disse ontem que Marina Silva propaga preconceitos a respeito do setor do agronegócio. Por essa razão, seria “desastroso” o sucesso de Marina na eleição presidencial do ano que vem, ao lado de Eduardo Campos (PSB).

 

Líder dos interesses dos ruralistas no Congresso e presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), Kátia Abreu deu entrevista ao programa Poder e Política, do UOL e da "Folha", e afirmou torcer para Eduardo Campos pensar diferente de Marina.

"Ela [Marina] fez um artigo na Folha dizendo o quanto o setor [do agronegócio] é retrógrado, o quanto o setor é atrasado. Colaborou para que alguns preconceitos fossem construídos com relação ao produtor rural brasileiro, como um destruidor do meio ambiente. E nós não somos isso. Produzimos uma das maiores agriculturas do planeta em apenas 27% do território nacional", diz a senadora tocantinense, hoje uma interlocutora frequente da presidente Dilma Rousseff.

Kátia Abreu acaba de se filiar ao PMDB depois de ter passado dois anos no PSD, partido que ajudou a fundar com o ex-prefeito paulistano Gilberto Kassab – ambos egressos do DEM. Neste ano, ela alega que teve sua atuação política inviabilizada no PSD do Tocantins. Como pretende concorrer em 2014 a mais um mandato como senadora ou disputar a eleição para governadora do Estado, teve de procurar outra sigla.

Sobre sua aproximação com a presidente Dilma, afirmou que o primeiro contato se deu em 2009, quando a petista se tratou de um câncer no sistema linfático. À época, ainda na oposição, Kátia escreveu uma carta desejando pronto restabelecimento à então pré-candidata a presidente.

Em 2010, quando a senadora ainda estava filiada ao DEM, não quis votar em Dilma. Enganou-se? “Sinceramente, sim”, responde. No início da administração da petista no Planalto, Kátia Abreu passou a levar diretamente para a presidente as demandas do setor do agronegócio.

Acesse a transcrição completa da entrevista.

A seguir, os vídeos da entrevista (rodam em smartphones e tablets):

1) Principais trechos da entrevista com Kátia Abreu (5:49)

2) Sucesso de Marina seria desastroso, diz Kátia Abreu (0:55)

3) Kátia Abreu: Torço para Eduardo Campos pensar diferente de Marina (0:58)

4) Fui para o PMDB, mas meu filho ficou no PSD, diz Kátia Abreu (0:39)

5) Kátia: Acusação de trabalho escravo é preconceito contra agronegócio (1:38)

6) Problema de índio não é terra e votarei contra governo, diz Kátia (1:35)

7) Dilma fez mais em 2 anos do que Lula em 8, diz Kátia Abreu (4:30)

8) Sou uma liberal e sonho em ser presidente, diz Kátia Abreu (1:25)

9) Kátia Abreu: Decreto que regula Código Florestal sai em 6 meses (1:04)

10) Quem é Kátia Abreu? (1:28)

11) Íntegra da entrevista com Kátia Abreu (57 min.)

 

Acompanhe Fernando Rodrigues no Twitter e no Facebook.

Política