PUBLICIDADE
Topo

Política

Após renúncia, Tocantins terá eleições indiretas para governador no dia 4

Siqueira Campos, ex-governador do Tocantins - Divulgação/Flickr
Siqueira Campos, ex-governador do Tocantins Imagem: Divulgação/Flickr

Do UOL, em São Paulo

23/04/2014 16h48

A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou na noite desta terça-feira (22) a resolução que regulamenta as eleições indiretas para os cargos de governador e vice-governador do Estado.

Os partidos terão até as 10h do dia 1º de maio para inscreverem as chapas, e a eleição será realizada no dia 4 de maio.

O então governador Siqueira Campos (PSDB), que cumpria seu quarto mandato à frente do Tocantins, anunciou sua renúncia no último dia 4. Com a renúncia, quem assumiu o governo interino foi o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Sandoval Cardoso (SDD).

Ao deixar o cargo, Siqueira Campos abriu caminho para a candidatura de seu filho, o também tucano Eduardo Siqueira Campos, que deverá concorrer ao posto de governador nas eleições deste ano. Além disso, com a renúncia, Siqueira Campos abriu mão de concorrer à reeleição.

O então vice-governador do Tocantins, João Oliveira (DEM), também renunciou ao cargo, e agora os deputados estaduais deverão escolher a dupla que governará o Estado até as eleições gerais, em outubro.

Política