Topo

Em discurso, Lula brinca com redução da velocidade e ciclovias de Haddad

Do UOL, em São Paulo

2015-09-02T10:19:16

02/09/2015 10h19

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrancou risos da plateia que acompanhava na noite desta terça-feira (1º) o lançamento do "Memorial da Democracia" ao fazer uma brincadeira com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, seu colega de PT.

O lançamento aconteceu em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, região metropolitana de São Paulo. Durante o discurso, ao citar prefeitos presentes, Lula lamentou a ausência de Haddad e relacionou a falta do colega a medidas tomadas pelo prefeito na área de mobilidade urbana que têm provocado polêmica na capital paulista.

“Queria cumprimentar os demais prefeitos que estão aqui e vou citar o nome porque eles vão ser candidatos à reeleição nas próximas eleições. O [Carlos] Grana, de Santo André, o Donisete [Braga], de Mauá. O Haddad tinha se comprometido a vir, mas não compareceu. Vai ver que ele está vindo a 50 km/h, não chegou ainda aqui em São Bernardo do Campo”, afirmou, arrancando risos dos presentes.

“Ou está vindo de bicicleta”, completou após sugestão de Grana.

A participação no evento não estava prevista na agenda oficial de Haddad. Procurada pelo UOL, a assessoria do prefeito afirmou que não se pronunciará sobre a ausência e a brincadeira do presidente Lula. 

Em sua gestão, Haddad tem impulsionado a ampliação das ciclofaixas e ciclovias na capital paulista. Também reduziu a velocidade máxima permitida para veículos em várias vias da cidade. A mais polêmica delas foi a redução para 50 km/h nas pistas locais das marginais Tietê e Pinheiros.

A prefeitura alega que decidiu reduzir a velocidade máxima para diminuir o número de acidentes de trânsito e que a medida também ajuda a melhorar a fluidez do tráfego.

Ministro da Educação durante o governo Lula, Haddad foi indicado pelo ex-presidente para ser o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo em 2012.

Mais Política