Golpista se passa por conselheiro do TCE para extorquir prefeituras de SP

Eduardo Schiavoni

Colaboração para o UOL, em Ribeirão Preto (SP)

  • Polícia Civil/Divulgação

    Envelope usado como "isca" pela Prefeitura de Presidente Venceslau para flagrar o falso conselheiro do TCE

    Envelope usado como "isca" pela Prefeitura de Presidente Venceslau para flagrar o falso conselheiro do TCE

A Polícia Civil de Presidente Venceslau (SP) prendeu, na tarde desta terça-feira (2), um homem de 41 anos acusado de extorquir pelo menos 30 prefeituras do interior paulista. O golpista se passava por um conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e pedia contribuição dos prefeitos para editar uma revista do órgão. Quem negava o apoio era ameaçado com condenações no Tribunal.

Renato Hilton Ferreira foi detido dentro de um restaurante localizado na Rodovia Castelo Branco, em Pardinho, enquanto almoçava. A prisão foi feita no momento que ele recebia R$ 15 mil de representantes de algumas das prefeituras chantageadas por ele. A Polícia Civil não informou quais as prefeituras foram efetivamente prejudicadas pelo golpe.

O golpista foi enviado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá. Ele responderá pelos crimes de extorsão, tráfico de influência, associação criminosa e falsa identidade e, se condenado pela Justiça, poderá pegar mais de 27 anos de prisão.

Segundo a Polícia Civil, o falso conselheiro utilizava outras pessoas, que faziam o papel de assessores, para fazer o primeiro contato com os prefeitos. Os outros suspeitos, quatro homens e uma mulher, já foram identificados, mas estão foragidos. Segundo a Polícia Civil, o grupo atuava desde 2002.

Nesses contatos, os "assessores" marcavam reuniões com os prefeitos. O golpista ia até as cidades, sendo que alguns contatos também eram feitos por telefone. Após se apresentar como Renato Martins Costa, ele afirmava ser um dos sete conselheiros do TCE e como corregedor do órgão, ele falava sobre a revista e pedia a colaboração.

Denúncia

A arapuca da Polícia Civil foi armada depois que a Prefeitura de Presidente Venceslau foi contatada pelo golpista. Segundo Jorge Duran, prefeito da cidade, a partir do contato, a prefeitura comunicou as autoridades.

"Nós fomos abordados por uma das pessoas envolvidas, porém percebemos de pronto que se tratava de um golpe devido ao TCE já ter alertado e orientado, em seus canais de comunicação, da existência da possível fraude. Diante disso, decidimos colaborar com a investigação e acionamos a Polícia Civil, bem como ao TCE", disse ele, que ressaltou que a cidade não entregou nenhum recurso ao criminoso.

A Polícia Civil informou que, ao ser acionada, fez uma investigação aprofundada e conseguiu localizar o golpista. A instituição não forneceu, entretanto, detalhes sobre a investigação, mas informou que Ferreira tem várias passagens pela polícia e já havia sido preso em 2015, em São Joaquim da Barra, ao tentar extorquir um comerciante. Ele também atuou em Campinas. Em sua lista de golpes, já se identificou como sendo procurador federal, promotor de Justiça e delegado.

TCE já havia avisado as prefeituras

Procurado, o TCE informou que nunca autorizou qualquer pessoa a solicitar patrocínio. Além disso, informou que sua revista é distribuída gratuitamente desde 1957 e é paga com recursos do orçamento do próprio Tribunal.

Em sessão realizada na terça, o presidente do TCE, Dimas Eduardo Ramalho, comentou o caso. Segundo ele, o Tribunal havia avisado as prefeituras sobre a ação criminosa. "Como os senhores sabem, até porque fazia parte de um aviso, constado várias vezes em nossa página, algumas pessoas estavam vendendo uma revista do tribunal e todos estavam muito presentes, acompanhando e o [Tribunal] regional tomou providências (...) e a Policia Civil o prendeu. Então neste exato momento ele está sendo interrogado e na consequência disso nós comunicaremos aos senhores conselheiros...", disse o presidente em sessão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos