Delator do mensalão, Roberto Jefferson vai voltar à presidência do PTB

Ricardo Marchesan

Do UOL, em Brasília

  • Ricardo Borges/Folhapress

    O ex-deputado Roberto Jefferson, que voltará a ocupar a presidência do PTB

    O ex-deputado Roberto Jefferson, que voltará a ocupar a presidência do PTB

O ex-deputado Roberto Jefferson vai reassumir a presidência do PTB. A informação foi confirmada pelo partido.

Desde dezembro de 2014, a deputada Cristiane Brasil, sua filha, ocupava a presidência. Ela convocou o Diretório Nacional do partido para deliberar sobre a recondução no dia 14 de abril, às 10h, no hotel Nacional, em Brasília.

Em seu site oficial, o partido disse que Cristiane já vinha conversando com os filiados sobre o retorno de Jefferson ao comando do PTB. "Sou a quarta geração da minha família no PTB. Meu pai sempre idolatrou a sigla, e quero aproveitar este momento para dizer que em breve ele estará de volta, e o PTB voltará para as mãos de quem nunca deveria ter saído", disse ela.

Roberto Jefferson foi delator do esquema do mensalão. Em fevereiro de 2014, ele foi preso, condenado a sete anos e 14 dias de prisão. Em maio de 2015, passou para o regime aberto e, no último dia 22, recebeu o perdão da pena pelo Supremo Tribunal Federal.

Jefferson tem histórico de problemas de saúde. Em 2012, descobriu um tumor maligno no pâncreas e teve o órgão retirado, além de parte do estômago, duodeno e parte do canal biliar. Ele ainda tem hipertensão e diabetes e já se submeteu a uma cirurgia de redução de estômago, indicada por conta da obesidade mórbida.

O ex-deputado, que já controlava a alimentação desde cirurgia de redução do estômago, segue dieta rigorosa, consequência da operação para retirar um câncer no pâncreas. Toma 23 comprimidos por dia. Conta que, na prisão, teve oito infecções. Na política, diz que passou o bastão a Cristiane. "Acho que nem tenho saúde para isso."

Prisão

Pelo Twitter, o político já disse que está "acostumado a sofrer", em post na época em que foi preso pelo esquema do mensalão.

"Estou em paz, a prisão é o meu destino e vou cumprir. Sou botafoguense, estou acostumado a sofrer", escreveu o ex-deputado. "Deus só dá carga para quem pode carregar. Sou 'harleiro' e botafoguense, estou acostumado a sofrer."

"A prisão é mais uma provação na minha vida, um teste duro, mas acredito que vou sair mais amadurecido disso tudo."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos