No ápice, manifestações em Brasília juntaram 79 mil pessoas

Do UOL, em São Paulo

O ápice das manifestações em Brasília, de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, foi às 20h deste domingo (17), quando havia 26 mil pessoas do lado contra o impeachment e 53 mil do lado a favor, totalizando 79 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Neste horário, a votação na Câmara dos Deputados estava perto da sua metade.

Os manifestantes pró-impeachment chegaram primeiro na Esplanada e eram mais de 3.000 no início da tarde, segundo o governo do Distrito Federal. Eles gritavam palavras de ordem contra Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT, cobrando a interrupção do mandato da presidente.

Manifestantes também se posicionaram no gramado diante do Congresso Nacional, onde foi erguido um muro metálico com mais de 2 metros para separar os dois lados.

Caravanas de outros estados chegaram à capital da República ao longo da manhã e início da tarde. Com justificativa de aumento de público, a PM-DF aumentou o efetivo de 2.000 pessoas utilizado no sábado para 5.000 neste domingo. 

Homens foram detidos com rojões

Quatro pessoas foram detidas nos atos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, neste domingo. Pela manhã, dois homens foram abordados por suspeita de furto em interior de veículos, próximo à Catedral. No início da noite, mais dois indivíduos foram levados à Delegacia por ultrapassar área isolada e carregarem fogos de artifício. Um deles ficou detido porque tinha mandato de prisão, de acordo com a PM. No momento, 5 mil policiais atuam na segurança da manifestação.

Veja a "reação das ruas" durante a votação do impeachment

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos