Lula, Delcídio e mais cinco se tornam réus por tentar obstruir a Lava Jato

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

  • Ellan Lustosa - 20.jun.2016/Código19/Estadão Conteúdo

    O ex-presidente Lula

    O ex-presidente Lula

A Justiça Federal de Brasília decidiu abrir processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e transformar o petista em réu com base em acusações de que ele tentou obstruir investigações da Operação Lava Jato.

A decisão, do juiz substituto da 10ª Vara Federal de Brasília Ricardo Augusto Soares Leite, foi divulgada nesta sexta-feira (29).

Além de Lula, foram denunciados o ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), o empresário José Carlos Bumlai, apontado como amigo de Lula, e outras quatro pessoas.

A denúncia já havia sido apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao STF (Supremo Tribunal Federal), mas foi remetida à 1ª instância da Justiça Federal após Delcídio ter o mandato cassado e perder o direito ao foro privilegiado, condição que determina o julgamento pelo Supremo.

Quem enviou o processo para a Justiça Federal foi o ministro Teori Zavascki, que entendeu que a suposta tentativa de embaraçar as investigações ocorreu na capital federal. Além disso, com a cassação do mandato de Delcídio do Amaral, nenhum dos envolvidos permaneceu com foro privilegiado na Corte.

A Procuradoria acusou Lula e os demais denunciados de envolvimento em um plano para tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que posteriormente firmou acordo de delação premiada.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos