Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Presidente do Senado, Renan vota a favor do impeachment de Dilma

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

Ao votar pela primeira vez no processo de impeachment, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), se posicionou contra Dilma Rousseff e foi favorável à perda definitiva do cargo pela petista.

Esta foi a terceira votação do processo do impeachment pelo plenário do Senado. Nas duas anteriores, Renan, que presidia o processo, não tinha votado. A primeira votação, em maio, determinou o afastamento temporário de Dilma. A segunda, em 10 de agosto, tornou Dilma ré e determinou que ela fosse a julgamento.

Pouco antes da votação desta quarta-feira (31), Renan fez um pronunciamento no Senado no qual defendeu a legitimidade do processo de impeachment.
"Percorremos uma estrada pavimentada na legitimidade e muito bem sinalizada pela Constituição", disse. "Um dia a história nos julgará, e nossa única certeza é que não nos omitimos", afirmou o senador.

Antes, Renan vinha justificando sua ausência das votações com o argumento de que, por ser presidente do Senado, deveria manter certa imparcialidade. No entanto, a votação final foi presidida por Ricardo Lewandowski, do STF.

O impeachment da presidente Dilma Rousseff foi aprovado esta quarta-feira pelo Senado, após um processo que durou quase nove meses desde que foi aberto na Câmara dos Deputados em 2 de dezembro do ano passado.

Com o resultado, o presidente interino, Michel Temer (PMDB), assume em definitivo a Presidência da República e governa até o fim de 2018, ano em que terminaria o segundo mandato de Dilma.

O Congresso Nacional deve realizar nas próximas horas a cerimônia de posse de Temer no cargo. Em seguida, Temer fará sua primeira viagem ao exterior como presidente efetivo. Ele irá à China, para uma reunião do G-20, grupo das principais economias do mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos