Contra PEC do teto, estudantes ocupam escritório da Presidência em SP

Maria Júlia Marques

Do UOL, em São Paulo

Pelo menos 60 manifestantes ocuparam nesta segunda-feira (10) o escritório da Presidência da República em São Paulo, localizado na avenida Paulista. Eles são contrários à proposta de emenda à Constituição 241, a PEC do teto, que limita o aumento de gastos do governo à inflação oficial dos 12 meses anteriores.

A proposta foi aprovada em 1º turno pela Câmara. Foram 366 votos favoráveis, 111 contrários e mais duas abstenções.

Iniciada por volta das 18h, a ocupação durou cinco horas e foi realizada em sua maioria por estudantes secundaristas. Eles afirmavam que só deixariam o prédio quando a proposta fosse "rejeitada" pela Câmara dos Deputados.

"Quando chegamos entramos pela porta da frente no começo entraram três pessoas e depois veio o resto de nós correndo, cerca de 60, e o segurança, que estava sozinho, não conseguiu impedir nada", disse uma estudante que não quis se identificar.

Por volta das 21h40, advogados ligados a sindicatos disseram que a PM deu ordem para que os manifestantes deixassem o prédio ou seriam retirados à força e levados para uma delegacia. Dois ônibus da PM foram estacionados ao lado do prédio.

Maria Júlia Marques/UOL
Após cinco horas, estudantes deixaram o escritório da Presidência da República em SP

As negociações entre os advogados e a PM duraram cerca de uma hora e por volta das 23h, os estudantes deixaram o prédio de maneira pacífica pela porta da frente. Ninguém foi detido.

Organizaram a ocupação a UNE (União Nacional dos Estudantes), a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), a UEE-SP (União Estadual dos Estudantes), a UPES (União Paulista dos Estudantes Secundaristas) e outros movimentos sociais.

A votação da PEC do teto fez com que 94 escolas e institutos federais em dez Estados fossem ocupados até o fim da manhã desta segunda, de acordo com outra nota divulgada pela UBES.

Sem comida

Após o começo da ocupação, a Polícia Militar bloqueou a entrada do prédio para impedir a entrada de mais manifestantes. Também foi interditada a quadra onde está localizada a sede da Presidência em São Paulo.

Maria Júlia Marques/UOL
Após o começo da ocupação, a Polícia Militar bloqueou a entrada do prédio

"Nós temos água e banheiro, mas não temos comida. Estamos nos organizando para que dois de nós deixem o prédio e providenciem comida para o resto, mas ainda não sabemos se eles vão conseguir voltar com o bloqueio da polícia no prédio", disse, no inicio da ocupação, ao UOL o diretor de comunicação da UNE, Mateus Weber.

Snap UOLoficial acompanha a manifestação contra a PEC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos