Dilma toma posse como presidente do conselho de órgão ligado ao PT

Do UOL, em São Paulo

  • Sérgio Silva/Fundação Perseu Abramo/Divulgação

    Dilma toma posse como presidente do Conselho Curador da Fundação Perseu Abramo

    Dilma toma posse como presidente do Conselho Curador da Fundação Perseu Abramo

A ex-presidente Dilma Rousseff tomou posse nesta sexta-feira (2), em São Paulo, como presidente do conselho curador da Fundação Perseu Abramo, órgão de formação política do PT. Ela foi convidada para o cargo pelo presidente do partido, Rui Falcão.

Em seu estatuto, a Perseu Abramo declara que tem como fins "a pesquisa, a elaboração doutrinária e a contribuição para a educação política dos filiados do Partido dos Trabalhadores e do povo trabalhador brasileiro."

O conselho curador da fundação é formado por 25 pessoas indicadas pelo diretório nacional do PT, com mandato de 4 anos. Segundo o estatuto da Perseu Abramo, o conselho faz reuniões trimestrais e tem, entre outras funções, a tarefa de deliberar sobre o orçamento e as contas da fundação.

Na prestação de contas entregue ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre o ano de 2015, o PT declarou despesas de R$ 23,2 milhões com "Criação e manutenção de fundação de pesquisa ou de doutrinação e educação política". O dinheiro vem do fundo partidário, um montante repassado todos os anos pelo poder público para os partidos formalmente registrados junto ao TSE. 

De acordo com a Folha, Falcão chegou a convidar Dilma para a presidência da Fundação Perseu Abramo, mas a iniciativa sofreu resistência dentro do PT. A alternativa foi indicá-la para o cargo de presidente do conselho curador.

Segundo nota divulgada pela Perseu Abramo, a ex-presidente da República citou, durante o evento para sua posse, a operação Lava Jato, a repressão policial a estudantes que ocupam escolas (que chamou de "violência policial") e a relação entre corrupção e o sistema político vigente como os temas mais importantes do momento.

"É a hora e a vez da fundação. São grandes desafios. É muito importante para o PT que sejamos capazes de agir diante das mudanças da realidade", disse ela, segundo o comunicado. 

Dilma viaja ainda hoje para Cuba junto com o também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os dois participarão de homenagens ao líder cubano Fidel Castro, que morreu aos 90 anos na noite de sexta passada. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos