Condenação de Cunha deve ampliar reações no Congresso contra Lava Jato, diz deputado

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

  • Pedro Ladeira/Folhapress

    12.set.2016 - O ex-deputado Eduardo Cunha, condenado na Lava Jato

    12.set.2016 - O ex-deputado Eduardo Cunha, condenado na Lava Jato

O deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ) afirmou nesta quinta-feira (30) que a condenação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJdeve reforçar a reação no Congresso contra a Operação Lava Jato, favorecendo a aprovação de medidas que atrapalhem as investigações.

"Naturalmente que, para aqueles que praticaram crimes e que temem pela sua responsabilização, isso vai aumentar a preocupação e provavelmente vai aumentar a tendência a uma reação da Casa [a Câmara] às medidas que estão levando à condenação de parlamentares ou de políticos que tenham cometido crimes", diz Molon.

Membro do partido que, junto com o PSOL, apresentou o pedido de cassação do mandato de Cunha, Molon afirma que a condenação do peemedebista pelo juiz federal Sergio Moro mostra que a Rede e o PSOL "tinham razão" ao apresentar a denúncia ao Conselho de Ética da Câmara.

Segundo o deputado, a condenação de Cunha enfraquece a influência do ex-deputado sobre o Congresso e sobre o governo do presidente Michel Temer, do mesmo partido de Cunha, o PMDB.

"A cada dia certamente a sua influência se torna menor. Embora ele ainda tenha grande influência no governo. Mas naturalmente à medida que as condenações forem vindo, esse poder vai diminuindo e certamente a influência dele nos demais deputados daqui da Casa, que vão querer se afastar cada vez mais até da memória dele, até da lembrança de que eram aliados dele", diz Molon.

O processo de cassação de Cunha foi movido em outubro de 2015. Após uma série de manobras de deputados aliados do peemedebista que atrasaram o andamento do processo no Conselho de Ética, a Câmara dos Deputados determinou a cassação do mandato de Cunha em setembro do ano passado

Ele foi acusado de mentir em uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) ao dizer não possuir contas no exterior.

Na ação em que foi condenado, o juiz Sergio Moro afirma haver provas de que Cunha recebeu propina em contas na Suíça.

"Sinal para mudar"

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) também afirma que a condenação dá razão ao processo no Conselho de Ética e diz que a sentença pode fazer Cunha considerar a possibilidade de fazer uma delação premiada.

"É a confirmação do que nós apuramos aqui. Quando muitos dos colegas parlamentares não acreditavam no envolvimento e na culpa do Eduardo Cunha, nós sabíamos o tempo todo do seu envolvimento e da sua relação", diz.

"E esse é o primeiro de oito processos. Então, se ele responde e pega uma pena de 15 anos, com possibilidade de recurso nos outros sete processos, é prudente ele pensar em fazer uma delação para que sua pena normalmente mude, porque os outros processos vão ser consequentes a essa primeira condenação que foi proferida pelo juiz Sergio Moro", afirma Delgado.

O deputado do PSB também diz acreditar que a condenação represente um "sinal" para que o Parlamento mude sua forma de atuar.

"Está tendo uma reação popular, as pessoas estão acompanhando, e a condenação do juiz Sergio Moro reflete isso. É importante que nós parlamentares estejamos atentos a isso. Tem a questão da Lava Jato, tem a questão da reforma política, do voto em lista, para que as pessoas possam se esconder atrás de uma lista fechada para poder o partido ir para as eleições, para que esses envolvidos se escondam e possam voltar para garantir o foro", diz.

"Tem a questão do foro privilegiado, que nós temos que derrubar aqui. É um sinal, a condenação do Eduardo Cunha é um sinal dado ao Parlamento muito sério de que a gente tem que mudar a nossa postura para nos reaproximarmos da sociedade", afirma Delgado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos