Reforma da Previdência

País terá atos contra reforma da Previdência nesta sexta; greve será em 28 de abril

Do UOL, no Rio

  • Danilo Fernandes/Folhapress

    15.mar.2017 - Passeata na avenida Paulista, em São Paulo, contra a reforma da Previdência

    15.mar.2017 - Passeata na avenida Paulista, em São Paulo, contra a reforma da Previdência

Centrais sindicais e movimentos sociais realizam nesta sexta-feira (31) uma série de manifestações pelo país contra a reforma da Previdência e as mudanças na legislação trabalhista defendidas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB).

Não há nem previsão de greve nem interrupção dos serviços de transporte público, diferentemente do que ocorreu no Dia Nacional de Paralisações, em 15 de março. Na ocasião, trabalhadores do setor cruzaram os braços em cidades como São Paulo, Curitiba e Salvador.

Em entrevista ao UOL, o presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, definiu os protestos desta sexta como um "aquecimento" da "greve geral" convocada para o dia 28 abril.

A central sindical se articula para realizar no próximo mês o "Abril vermelho", que terá um calendário de protestos inspirado no movimento homônimo organizado pelo MST (Movimento dos Sem Terra) --período em que se intensificavam os atos em defesa da reforma agrária.

As reformas em discussão no Congresso, na avaliação da CUT, ajudam a precarizar as relações de trabalho, por meio da terceirização irrestrita aprovada semana passada pela Câmara, e comprometem o direito de aposentadoria por meio da idade mínima, entre outros pontos.

Para o governo federal, no entanto, as medidas são fundamentais para equilibrar as contas públicas.

Agenda dos atos desta sexta

  • Maceió (AL)

9h - Praça Deodoro

  • Macapá (AP)

16h - Praça Veiga Cabral

  • Salvador (BA)

7h - Em frente ao Shopping Iguatemi

9h - Praça do Fórum Rui Barbosa 

  • Fortaleza (CE)

15h - Praça das Bandeira

  • Brasília (DF)

17h - Rodoviária de Brasília

  • Vitória (ES)

18h - Em frente à Rede Gazeta

  • Goiânia (GO)

9h - Em frente à Assembleia Legislativa de Goiás

  • São Luiz (MA)

15h - Centro de São Luiz

  • Belo Horizonte (MG)

17h - Em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais

  • Uberlândia (MG)

16h30 - Praça Dr. Walter Luiz Manhães

  • Juiz de Fora (MG)

16h - Praça da Estação

  • Ouro Preto (MG)

17h - Praça Tiradentes

  • Campo Grande (MS)

7h - Centro de Campo Grande

  • Cuiabá (MT)

9h - Câmara de Vereadores de Cuiabá

18h - Praça do Ipiranga

  • Belém (PA)

8h30 - Rua Almirante Barroso

  • João Pessoa (PB)

15h - Em frente ao Liceu

  • Recife (PE)

15h - Pracinha do Diário

  • Caruaru (PE)

8h - Grande Hotel

  • Teresina (PI)

9h - Rua 24 de Janeiro

  • Curitiba (PR)

9h - Plenário da Assembleia Legislativa

18h - Praça Carlos Gomes

  • Maringá (PR)

18h - Terminal Urbano

  • Londrina (PR)

18h - Terminal Urbano

  • Rio de Janeiro (RJ)

16h - Praça da Candelária

  • Nova Friburgo (RJ)

17h - Demerval Barbosa

  • Natal (RN)

15h - Em frente ao Shopping Midway

  • Boa Vista (RR)

16h - Em frente à Assembleia Legislativa de Roraima

  • Porto Alegre (RS)

18h - Esquina Democrática

  • Pelotas (RS)

17h - Mercado Público

  • Florianópolis (SC)

17h - Largo da Alfândega

  • Aracaju (SE)

14h - Praça General Valadão

  • São Paulo (SP)

16h - Avenida Paulista, em frente ao Masp

16h - Praça do Patriarca

  • Santos (SP)

17h - Avenida Ana Costa/Francisco Glicério

  • Palmas (TO)

17h - Feira Popular

Fonte: "Frente Povo Sem Medo" e "Frente Brasil Popular"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos