Eleições 2018

Alckmin nega "cutucão" em Doria ao falar sobre viagens fora da agenda oficial

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

  • MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO

    19.set.2017 - O governador Geraldo Alckmin participa de evento do Infosiga sobre dados de violência no trânsito

    19.set.2017 - O governador Geraldo Alckmin participa de evento do Infosiga sobre dados de violência no trânsito

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta terça-feira (19) que não teve a intenção de "cutucar" o afilhado político e prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), ao afirmar que tem buscado deixar compromissos não oficiais para "à noite ou nos fins de semana", durante uma palestra que deu em Belo Horizonte na segunda (18). Ele chegou em Minas às 17h30.

"Às vezes, há uma interpretação equivocada [sobre a "cutucada"]. Eu tenho procurado, quando não é viagem oficial, fazê-la à noite ou nos fins de semana. E claro que, se não é viagem oficial, não gera despesas para o governo", disse durante evento para divulgação de estatísticas de violência no trânsito, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O governador acrescentou que já lhe haviam atribuído outro "cutucão" endereçado a Doria e que, segundo ele, fez-se uma leitura incorreta sobre o caso. "Já disseram que eu tinha dado um cutucão [em Doria] porque coloquei uma foto na fila de embarque [para um voo a Brasília]. Mas, na verdade, quem tirou o retrato foi o assessor dele [de Doria] e ainda amavelmente", afirmou.

Doria e Alckmin disputam dentro do PSDB quem será o candidato do partido à Presidência da República nas eleições de 2018. Ambos ampliaram a agenda de eventos fora da capital paulista e viajam para diversas cidades brasileiras, em movimentos de pré-campanha.

Alckmin e Doria deixaram o Estado de São Paulo ontem. Alckmin foi para Belo Horizonte nesta segunda-feira para participar de uma palestra para empresários. Já o destino de Doria foi Porto Alegre. Nas redes sociais, o prefeito disse que viajava com o próprio dinheiro. "Viajo no meu dinheiro, com meu avião, não uso recurso público para fazer isso. Faço isso de forma dinâmica e objetiva, fazendo o melhor por São Paulo", disse ontem o prefeito em frente ao seu jato.

Doria é alvo de uma investigação por parte do Ministério Público que apura as viagens feitas por ele no horário de trabalho do prefeito.  A investigação foi aberta pela Promotoria do Patrimônio Público e Social da capital, a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça, a partir de uma representação feita pelo diretório municipal do PT. Doria terá de se explicar ao promotor público Marcelo Milani, responsável pela investigação.

Farpas com Major Olímpio

Durante o evento no Palácio dos Bandeirantes, Alckmin evitou comentar a troca de farpas entre ele e o deputado federal Major Olímpio (SD-SP) no último final de semana, durante evento de entrega de carros de polícia em São Carlos, no interior do Estado. "Não tive com ele depois disso", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos