Após deixar o PCdoB, ex-ministro Aldo Rebelo é anunciado pelo PSB

Do UOL, em Brasília

  • Divulgação/PSB Nacional

    Aldo Rebelo e o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira

    Aldo Rebelo e o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) anunciou nesta segunda-feira (25), em nota oficial, a filiação do ex-ministro e ex-presidente da Câmara dos Deputados Aldo Rebelo ao partido. Rebelo era filiado ao PCdoB (Partido Comunista do Brasil) desde 1977, mas afastou-se da sigla em agosto deste ano.

A assinatura da ficha de filiação ao PSB acontecerá na tarde desta terça (26), em Brasília, durante abertura da reunião do Diretório Nacional do partido.

No texto divulgado, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, diz que o ingresso de Rebelo é motivado por "afinidade política, ideológica e programática".

"Aldo Rebelo é uma das lideranças históricas do campo progressista em nosso país e, certamente, dará importante contribuição ao nosso partido", afirma Siqueira, na nota.

O UOL tentava contato com Rebelo até a última atualização desta reportagem.

Trajetória

Aldo Rebelo foi ex-ministro da Defesa, da Ciência e Tecnologia, do Esporte e das Relações Institucionais (atual Secretaria de Governo) nos mandatos dos ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Ele também se elegeu seis vezes deputado federal por São Paulo e assumiu a Presidência da Câmara entre setembro de 2005 e janeiro de 2007.

O político nasceu em Viçosa, em Alagoas, em 1956. Ele ingressou no curso de Direito da Universidade Federal de Alagoas em 1975 e, dois anos depois, se filiou ao PCdoB. Na época, começou sua militância no movimento estudantil e, em 1980, presidiu a UNE (União Nacional dos Estudantes).

O ex-ministro foi eleito pela primeira vez em 1988 como vereador por São Paulo. Em seguida, se elegeu cinco vezes deputado federal de forma consecutiva.

O último cargo foi de ministro da Defesa, de outubro de 2015 a maio de 2016, quando ocorreu o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos