Operação Lava Jato

Leia a íntegra da carta em que Palocci rompe com o PT e busca acerto de contas com o partido

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Justiça Federal do Paraná

    6.set.2017 - O ex-ministro Antonio Palocci presta depoimento ao juiz Sergio Moro na Operação Lava Jato

    6.set.2017 - O ex-ministro Antonio Palocci presta depoimento ao juiz Sergio Moro na Operação Lava Jato

O ex-ministro Antonio Palocci pediu a desfiliação do PT nesta terça-feira (26), um ano após ter sido preso na Operação Lava Jato. O PT aceitou o pedido e desfiliou Palocci da sigla poucas horas depois. "Política e moralmente, Palocci já está fora do PT", afirmou em nota a presidente do partido, Gleisi Hoffmann.

"Ofereço minha desfiliação, e o faço sem qualquer ressentimento ou rancores. Meu desligamento do partido fica então à vossa disposição", disse em carta endereçada à Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores. No texto de quase quatro páginas, Palocci busca traçar um acerto de contas com o partido ao qual era filiado desde 1981.

"Vocês sabem que procurei ajudar no projeto do PT e do presidente Lula em todos os momentos. Convivi com as dificuldades e os avanços. Sabia o quanto seria difícil passar por tantos desafios políticos sem qualquer desvio ético. Sei dos erros e ilegalidades que cometi e assumo minhas responsabilidades. Mas não posso deixar de destacar o choque de ter visto Lula sucumbir ao pior da política no melhor dos momentos de seu governo", afirmou o agora ex-petista em sua carta de desfiliação.

A desfiliação de Palocci, que estava no partido desde 1981, é o ponto máximo de um processo de afastamento entre o político e o partido que começou com a negociação de um acordo de delação premiada de Palocci na Operação Lava Jato.

Em abril, durante interrogatório feito pelo juiz Sergio Moro, Palocci já tinha deixado claro que estava disposto a colaborar com as autoridades. Neste mês, respondendo a processo junto de Lula, acusou o ex-presidente e o PT de terem feito um "pacto de sangue" com a Odebrecht, que envolveria um "pacote de propinas", o que levou à abertura do processo no PT de Ribeirão Preto. A suspensão veio em seguida, em caráter simbólico.

Leia aqui a íntegra da carta em que Palocci rompe com o PT

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos