PUBLICIDADE
Topo

Política

Michelle diz que ainda não decidiu onde família Bolsonaro vai morar e quer o "local menor possível"

Michelle Bolsonaro, mulher do presidente eleito, Jair Bolsonaro, visita Brasília - Evaristo Sá/AFP
Michelle Bolsonaro, mulher do presidente eleito, Jair Bolsonaro, visita Brasília Imagem: Evaristo Sá/AFP

Gustavo Maia*

Do UOL, em Brasília

21/11/2018 11h28Atualizada em 21/11/2018 18h02

A futura primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, afirmou na manhã desta quarta-feira (21) que pretende morar no "local menor possível", antes de visitar o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, e a Granja do Torto, que tem características de casa de campo e também serve de moradia para o presidente, em Brasília.

"Eu tenho uma filha pequena, de sete anos [na verdade, Laura completou oito anos de idade em outubro], gostaria que ela se sentisse mais à vontade, mais confortável", justificou a mulher do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), em sua primeira entrevista coletiva, realizada no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), sede da equipe de transição do governo.

Ela contou que foi convidada pela atual primeira-dama, Marcela Temer, mulher do presidente Michel Temer (MDB) para conhecer o Alvorada e conversar com ela, "coisa de 20 minutos".

Questionada se já decidiria hoje em qual local vai morar após a posse, ela respondeu que "talvez". "Essa é a ideia", disse. Michelle disse ainda que existe a possibilidade de a família se instalar na Granja do Torto durante o período de transição, após a oferta de Temer. "Pode ser que sim. Estou indo conhecer agora."

A mulher de Bolsonaro informou que vai começar a procurar escola para a filha em Brasília ainda nesta semana, e voltará para o Rio de Janeiro na sexta (23), com previsão de voltar à capital federal na semana que vem. Nesta quinta (22), ela e Bolsonaro são presenças confirmadas no casamento do deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ministro da transição e futuro chefe da Casa Civil. O evento acontece em Brasília, no Clube do Congresso.

Sobre o seu papel no governo do marido, ela disse ter "vários projetos", mas que vai deixar isso para depois da posse. "[Pretendo atuar em] todos os projetos sociais possíveis, até porque era algo que eu já fazia antes de me casar com o Jair. Então eu tenho um chamado para a ação social", declarou, citando a comunidade surda, pessoas com deficiência e portadores de síndromes.

"É algo que Deus colocou na minha vida, no meu coração", disse Michelle, que concluiu a entrevista agradecendo os jornalistas.

Granja do Torto, uma das residências oficiais dos presidentes da República - Lula Marques/Folhapress - 05.11.2002 - Lula Marques/Folhapress - 05.11.2002
A Granja do Torto é uma das residências oficiais dos presidentes da República
Imagem: Lula Marques/Folhapress - 05.11.2002

Alvorada x Torto

A Granja do Torto é uma das residências oficiais da Presidência da República. O imóvel está localizado a 14,6 km do Palácio do Planalto (local de trabalho do presidente) e tem características de casa de campo. Seu nome está relacionado à sua localização, na Fazenda do Riacho Torto, em Brasília. São 37 hectares, que incluem lago e córrego artificiais, piscina, campo de futebol, quadra poliesportiva, churrasqueira, heliponto e uma área de mata nativa.

Já o Alvorada tem três pisos (subsolo, térreo e primeiro andar). O primeiro tem auditório para 30 pessoas, sala de jogos, almoxarifado, despensa, cozinha, lavanderia e a administração. No térreo, estão os salões utilizados pelo presidente da República para compromissos oficiais de governo e no primeiro andar, quatro suítes, dois apartamentos e sala íntima. (*Colaborou Guilherme Mazieiro, do UOL em São Paulo)

Política