Topo

Fake news ameaçam democracia e aumentam polarização, diz Toffoli

Do UOL, em São Paulo

2019-06-11T13:04:43

11/06/2019 13h04

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, disse hoje que as notícias falsas são alvo de preocupação no Brasil e no mundo e ameaçam os processos e valores democráticos, além de contribuírem para o aumento da polarização na sociedade.

A afirmação foi dada durante o lançamento do Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate à Notícias Falsas, iniciativa que reúne órgãos da cúpula do Poder Judiciário, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), entidades de classe de magistrados e veículos de comunicação, entre eles, o UOL.

Em seu discurso, Toffoli disse que as notícias falsas podem atingir setores para além da política. Ele lembrou conteúdos que contestam a segurança de vacinas e campanhas de imunização, trazendo prejuízos à saúde pública.

"Além disso, tem colocado em risco os processos e os valores democráticos", acrescentou.

O presidente do STF afirmou que as notícias falsas são ainda mais graves quando praticadas contra o Judiciário, que lida com temas de grande repercussão.

"Ela (a desinformação) fomenta a polarização da sociedade, visto ser frequente a disseminação e o compartilhamento de conteúdos falsos nos círculos que reúnem pessoas com as mesmas preferências e orientação político-ideológica", discursou Toffoli, ressaltando que o diálogo é fundamental para a democracia.

A iniciativa lançada hoje prevê que os veículos de comunicação que fazem parte do projeto chequem posts e notícias sobre atos do STF e do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Para ele, o combate às fake news, passa por educar a sociedade para o uso consciente das tecnologias de informação.

"Combater a desinformação é garantir o direito à informação, ao conhecimento, ao pensamento livre, dos quais depende o exercício pleno da liberdade de expressão", destacou o ministro.

Mais Política