PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro diz que filho "namora" Senado para aprovação à Embaixada nos EUA

O cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, vago desde abril, deve ser ocupado por Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República - Paola De Orte/Agência Brasil
O cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, vago desde abril, deve ser ocupado por Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República Imagem: Paola De Orte/Agência Brasil

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

15/08/2019 18h18

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou hoje que o filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) está "namorando" o Senado Federal para que seu nome seja aprovado como embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

"Quem é casado aqui? Casou no dia seguinte? Ele está namorando o Senado, tá? Está conversando, demonstrando humildade, estudando sabatina anteriores. É igual uma prova", afirmou.

Embora a escolha de Eduardo Bolsonaro para suceder Sérgio Amaral na embaixada já tenha sido divulgada publicamente, até o momento, o governo federal ainda não oficializou a indicação.

O núcleo do presidente espera um momento de maior aceitação a Eduardo. Ele precisa passar por sabatina no Senado, ser aprovado em comissão e, depois, em plenário - maioria simples de votos favoráveis.

"Porque a gente sabe que uma derrota nossa, não é, a gente fica chateado. Quem não fica chateado? Não vou tirar o Ernesto do MRE [Ministério das Relações Exteriores], fiquem tranquilos. Poderia fazê-lo. Imagina, você não tem condições de ser cabo, mas vai ser general. Eu entendo que meu garoto tem condições de ser aprovado lá", declarou.

Política