Topo

"Nem no governo do PT a Lava Jato esteve tão ameaçada", diz bolsonarista

Filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro é um dos alvos de críticas de apoiador do governo - André Melo/Futura Press
Filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro é um dos alvos de críticas de apoiador do governo Imagem: André Melo/Futura Press

Do UOL, em São Paulo

11/09/2019 11h28

Organizador de grupos no WhatsApp a favor do presidente Jair Bolsonaro (PSL) desde a campanha eleitoral do ano passado, o empreendedor Carlos Henrique Nacli Bastos tem publicado críticas ao governo do político e à sua família.

"Acredito que o governo Bolsonaro tem que escolher qual lado ele quer ficar, se do lado do visível acordão comandado pelo centrão ou do lado do povo", disse em entrevista ao jornal El País. "O povo em sua maioria está cansado de ser enganado e manipulado e quanto mais tempo demorar para o governo deixar claro qual lado está, maior será o desgaste."

Reprodução - 24.fev.2019/Facebook/carlos.nacli
Imagem: Reprodução - 24.fev.2019/Facebook/carlos.nacli

A principal crítica dele é em relação ao movimento político contra a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Lava Toga, para investigar o poder judiciário. Um dos parlamentares contrários a ela é o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), ligado a um esquema na época em que era deputado estadual no Rio de Janeiro. "Ele está fazendo exatamente a mesma coisa que os caciques petistas, emedebistas e peessedebistas fizeram quando seus nomes surgiram em delações: está se protegendo pelo foro privilegiado e enrolando como pode o STF. Isso para nós, que lutamos tanto em defesa da Lava Jato e a favor de uma limpeza no país, já serve como prova de culpa."

Para Nacli Bastos, ações como a contra a CPI são movimentos em oposição à Operação Lava Jato. "A turma que está no poder e não quer que a Lava Jato continue está trabalhando a mil nos bastidores para fazer com que as importantes conquistas sejam colocadas para debaixo do tapete", comentou.

É com muita tristeza que digo que nem no governo do PT a Lava Jato esteve tão ameaçada
Carlos Henrique Nacli Bastos, apoiador de Bolsonaro

O apoiador do governo diz que, sem a Lava Jato, "Bolsonaro jamais teria sido eleito". "E ele deve, na minha opinião, parar de perder tempo com a mídia e de falar besteiras nas redes sociais e se posicionar publicamente a favor da CPI", disse na entrevista.

Jair Bolsonaro ainda não tem previsão de alta

Band Notí­cias

Mais Política