Topo

Bolsonaro receberá alta na tarde de hoje, diz boletim médico

O presidente Jair Bolsonaro entre os médicos Luiz Henrique Borsato e Antonio Luiz Macedo - Reprodução/Facebook
O presidente Jair Bolsonaro entre os médicos Luiz Henrique Borsato e Antonio Luiz Macedo Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

16/09/2019 10h35

Resumo da notícia

  • Internado desde o dia 7 de setembro, Bolsonaro volta a Brasília hoje
  • Mourão continuará como presidente em exercício até quarta-feira
  • A viagem de Bolsonaro para NY, na semana que vem, foi encurtada

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) receberá alta na tarde de hoje após realizar fisioterapia, informa o boletim médico do Hospital Vila Nova Star, onde está internado desde o dia 7 de setembro, e retornará para Brasília. O vice-presidente, general Hamilton Mourão, permanece na presidência até depois de amanhã, informou o porta-voz na manhã de hoje.

"O Presidente continuará sua recuperação em domicílio, devendo seguir as orientações médicas relacionadas a dieta e atividade física, sob supervisão conjunta da equipe médica do Dr. Macedo e da equipe da Presidência da República", diz o comunicado.

Em entrevista coletiva, o diretor do hospital Antônio Antonietto disse que o presidente apresentou melhora progressiva ao longo desses dias. "[Ele] Foi aceitando alimentação oral, a alimentação parenteral foi retirada, portanto, foi a evolução que se esperava que se tivesse para a cirurgia", disse. "Os cuidados de alimentação e fisioterapia devem se manter quando ele sair do hospital".

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que será estendido o período no qual Mourão ocupará a presidência em exercício. "Nós vamos estender o período de interinidade do vice-presidente por mais dois dias. Ou seja, amanhã e depois de amanhã, a presidência estará sob condão do general Mourão", disse.

Além disso, a viagem de Bolsonaro para Nova York, onde irá discursar na Assembleia-Geral da ONU, prevista para ocorrer no próximo dia 22 será adiada para o dia 23 com retorno previsto para o dia 25, segundo Rêgo Barros. Ele discursará no dia 24 na abertura do evento como ocorreu com os últimos presidentes do país.

De acordo com o porta-voz, a equipe médica que operou Bolsonaro irá a Brasília na próxima sexta-feira para avaliá-lo antes da viagem aos Estados Unidos. O atendimento deverá ser em uma unidade na capital federal da rede D'Or São Luiz, a mesma em que ele ficou internado nesta última cirurgia.

Mais Política