PUBLICIDADE
Topo

Justiça inocenta Eduardo Paes de acusação de improbidade administrativa

O ex-prefeito Eduardo Paes - Folhapress
O ex-prefeito Eduardo Paes Imagem: Folhapress

Do UOL, em São Paulo

14/01/2020 09h50

A Justiça do Rio de Janeiro inocentou o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) da acusação de improbidade administrativa.

A ação movida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro acusava Paes de ter deixado um rombo nos cofres públicos da cidade em seu último ano como prefeito.

Outros alvos da ação eram Carlos Evandro Viegas (ex-subsecretário de Orçamentos), Antonio Cesar Lins (ex-controlador-geral do Município) e Fábio Pimentel de Carvalho (ex-presidente do IplanRio). Todos ficaram livres da acusação.

A decisão foi da juíza Aline Maria Gomes Massoni da Costa, da 4ª Vara de Fazenda Pública. Segundo ela, como Paes cancelou pagamentos de despesas antes de deixar o cargo, ele não feriu a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A magistrada também citou uma decisão do TCM (Tribunal de Contas do Município) que não havia encontrado irregularidades nas contas apresentadas.

Política