PUBLICIDADE
Topo

Revista americana compara Eduardo Bolsonaro a filho de Donald Trump

AFP / Getty Images - Montagem UOL
Imagem: AFP / Getty Images - Montagem UOL

Do UOL, em São Paulo

28/02/2020 14h58

A revista norte-americana Vanity Fair, dedicada na cobertura de entretenimento, moda e política, fez uma comparação entre Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, e Donald Trump Jr, filho de Donald Trump.

Em um artigo que classifica o deputado brasileiro como o "queridinho da direita americana" e "filho do presidente autoritário de extrema-direita do Brasil", o veículo citou um encontro de Eduardo e o filho do presidente norte-americano.

"Situado em uma pequena sala de conferências no segundo andar do AC Hotel National Harbor, o evento contou com a participação de nacionais-populistas que atribuem notas aos legisladores do Partido Republicano com base em sua lealdade a Trump", publicou a Vanity Fair.

O veículo ainda relaciona os dois falando que, "como Don [Donald Trump Jr.], [Eduardo] Bolsonaro defende regularmente os comentários de seu pai" e relembrou o caso envolvendo a polêmica sobre estupro dita pelo presidente à Maria do Rosário.

Por fim, o autor da reportagem revelou que foi expulso e ameaçado de um evento onde Eduardo Bolsonaro marcou presença.

"Tentei ouvir o discurso de Bolsonaro na tarde de quinta-feira no evento Republicans for National Renewal, mas eu e outro repórter fomos expulsos assim que fomos reconhecidos como imprensa. Logo após entrar no local, um organizador de eventos me agarrou pelo braço e me puxou em direção à porta. 'Saia agora ou eu ligo para a polícia', disse um organizador. Fui para a saída, mas logo antes de sair, fiz contato visual com Bolsonaro, que estava parado perto do pódio do palestrante".

Política