PUBLICIDADE
Topo

Governador de SC se diz 'estarrecido' com fala de Bolsonaro sobre covid-19

Carlos Moisés (PSL), governador de SC, criticou postura de Bolsonaro em relação ao coronavírus - Reprodução
Carlos Moisés (PSL), governador de SC, criticou postura de Bolsonaro em relação ao coronavírus Imagem: Reprodução

Vinicius Konchinski

Colaboração para o UOL, em Curitiba

25/03/2020 15h27

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), afirmou estar "estarrecido" com o pronunciamento de ontem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a pandemia de coronavírus.

Aliado do presidente na eleição de 2018, Moisés ressaltou que é preciso que a população mantenha a quarentena para evitar o colapso do sistema de saúde.

"Não há sistema de saúde nenhum do mundo que tenha conseguido dar respostas rápidas", afirmou ele. "Em alguns países, as pessoas não conseguiram ser atendidas. Morreram em suas casas."

Contrariando o discurso de Bolsonaro, o governador anunciou hoje (25) a renovação do decreto que determinou a quarentena em Santa Catarina por mais sete dias. O decreto suspende as aulas, a circulação de ônibus de transporte público e impõe outras restrições.

Moisés afirmou que sabe que é preciso equilibrar as medidas de isolamento social com a retomada da atividade econômica. Ressaltou, porém, que o momento ainda é de tentar evitar que pessoas circulem e aumentem os casos de infecção pelo coronavírus.

O governador, que é bombeiro militar aposentado, informou que essas medidas já surtiram efeitos em Santa Catarina. "Tivemos a curva de casos suspeitos diminuída", disse.

Coronavírus