PUBLICIDADE
Topo

Joice diz se arrepender de ter apoiado Bolsonaro: 'Inconsequente'

"Bolsonaro foi irresponsável, inconsequente e insensível! O Brasil precisa de um líder com sanidade mental", escreveu a deputada - Wagner Pires/Futura Press/Estadão Conteúdo
'Bolsonaro foi irresponsável, inconsequente e insensível! O Brasil precisa de um líder com sanidade mental', escreveu a deputada Imagem: Wagner Pires/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 14h23Atualizada em 25/03/2020 14h26

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), antes aliada a Jair Bolsonaro (sem partido), fez duras críticas ao pronunciamento feito ontem pelo presidente sobre a pandemia do novo coronavírus. No Twitter, Joice chamou Bolsonaro de irresponsável e disse ter se arrependido de ter ajudado o ex-deputado a chegar à Presidência.

"Em relação ao pronunciamento do presidente sobre o coronavírus, concluo: Jair Bolsonaro foi irresponsável, inconsequente e insensível! O Brasil precisa de um líder com sanidade mental. Todas as chances que o presidente teve de acertar, ele mesmo jogou fora. Erra e se orgulha do erro estúpido", escreveu a deputada.

Mais tarde, um usuário do Twitter comentou a publicação de Joice questionando o apoio dado pela deputada a Bolsonaro durante as eleições. "Você botou ele [sic] lá, mulher!", disse, ao que a deputada respondeu: "Eu sei. E me arrependo".

As críticas ao presidente têm vindo de todos os lados. Já durante o discurso, Bolsonaro foi alvo de panelaços em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Depois, também no Twitter, teve sua postura condenada por políticos — de esquerda à direita —, artistas e civis.

Não é para menos. No discurso, Bolsonaro disse que a rotina do País deve retornar à realidade e que a imprensa brasileira ajudou a iniciar o pânico em torno da covid-19. Ele também criticou governadores e voltou a se referir à doença, que já deixou 47 mortos no Brasil, como "gripezinha" e "resfriadinho".

Política