PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

'Em 90% dos casos, não sabia o que o governo queria', diz presidente da CCJ

Do UOL, em São Paulo

22/04/2020 13h32

O deputado Felipe Francischini (PSL), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, relatou ter dificuldades ao votar projetos que estavam na CCJ por não saber a orientação do governo em determinadas matérias.

"Sou uma prova viva que em 90% dos casos não sabia qual era a [o objetivo] do governo", disse.

A declaração de Francischini foi dada no UOL Debate de hoje. Também participaram da conversa Gilmar Mendes, ministro do STF, Carlos Ayres Britto, ex-ministro do STF, e Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil. O debate foi mediado pelo jornalista e colunista do UOL Reinaldo Azevedo.

Francischini explicou que teve que buscar os ministérios por iniciativa própria para votar temas como qual pasta abrigaria o Coaf, por exemplo.

Apesar disso, ele explicou que conseguiu construir "uma boa interlocução" com a ministra da Mulher, Damares Alves e o ministro da Justiça, Sergio Moro.

Para Gilmar Mendes, essa dificuldade acontece porque a base governista de Jair Bolsonaro (sem partido) abriga "pessoas que são pouco experientes" e isso cria um ambiente de conflito com os outros poderes.

Coronavírus