PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Bolsonaro ironiza fala de Moro e rebate com 'verdade inconveniente'

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) - Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Do UOL, em São Paulo

24/05/2020 23h08

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) reagiu em tom de ironia a uma declaração feita na noite de hoje por Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública, sobre o governo Bolsonaro.

"Me desculpe se é uma verdade inconveniente, mas faltou hombridade, lealdade, fidelidade e compromisso com a proposta eleita democraticamente em 2018", escreveu o filho do presidente da República, usando uma frase semelhante à que foi dita por Moro no "Fantástico", da Rede Globo. "O servidor público serve ao povo, não à sua biografia", completou.

Na entrevista exibida hoje pela emissora carioca, Sergio Moro disse que a situação atual do governo e as acusações —como a que foi feita pelo próprio ex-ministro, que alega que Jair Bolsonaro (sem partido) teria tentado interferir na Polícia Federal para ter acesso a investigações— é diferente do que imaginavam os bolsonaristas.

"Me desculpem aqui os seguidores do presidente, se essa é uma verdade inconveniente, mas essa agenda anticorrupção não teve um impulso por parte do presidente da República para que implementássemos", disse Moro ao "Fantástico" na noite de hoje.

Governo Bolsonaro